Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-01-2007

SECÇÃO: Região

Novo Centro de Emprego arranca este ano
SECRETÁRIO DE ESTADO DO TRABALHO ANUNCIA ABERTURA DO CONCURSO PÚBLICO

O Secretário de Estado do Emprego e Formação Profissional, Dr. Fernando Medina, deslocou-se a Cabeceiras de Basto, no passado dia 26 de Janeiro, onde anunciou a abertura do Concurso Público para as obras de Construção do Centro de Emprego de Basto que abrange este Município e os de Celorico de Basto, Mondim de Basto e Ribeira de Pena.

A antiga Casa do Povo do Arco de Baúlhe que ardeu em Setembro de 2005 em fase de reconstrução
A antiga Casa do Povo do Arco de Baúlhe que ardeu em Setembro de 2005 em fase de reconstrução
Acompanhado do Governador Civil de Braga e do Delegado Regional do Instituto do Emprego e Formação Profissional, aquele membro do Governo deslocou-se a Cabeceiras de Basto para lançar o Concurso Público que vai permitir a construção do novo Centro de Emprego das Terras de Basto, localizado na vila de Arco de Baúlhe, deste Município.
O novo edifício do Centro de Emprego de Basto vai ser, segundo informação divulgada, construído em terrenos cedidos pela Câmara Municipal, junto à antiga estação da CP do Arco de Baúlhe dando corpo a um projecto que integra as instalações dos dormitórios dos maquinistas dos comboios, bem como potencia, simultaneamente, o enquadramento arquitectónico dos edifícios do restante complexo daquela antiga estação dos caminhos de ferro.

Antiga Casa do Povo do Arco de Baúlhe em obras

O Secretário de Estado acompanhado pelo Governador Civil visitou as obras na antiga Casa do Povo do Arco de Baúlhe
O Secretário de Estado acompanhado pelo Governador Civil visitou as obras na antiga Casa do Povo do Arco de Baúlhe
O Dr. Fernando Medina visitou também as obras de restauro e recuperação da antiga Casa do Povo do Arco de Baúlhe destruída, no Verão de 2005, por um incêndio e na qual funcionavam provisoriamente os serviços do Centro de Emprego de Basto, os quais foram obrigados a transitar para um espaço do Museu das Terras de Basto, precisamente instalado no referido complexo do Terminal da extinta Linha do Tâmega desta localidade.
O Secretário de Estado do Emprego e Formação Profissional realçou o tempo recorde para o lançamento deste projecto, graças a uma parceria desenvolvida entre o seu ministério e a Autarquia Cabeceirense.
Destacou ainda aquele governante, que muito em breve vão ser lançadas novas medidas políticas, tendo em vista o reforço da captação de investimento, através da criação de empresas, incluindo apoios às micro-espresas e aos jovens empreendedores.
A qualificação da mão-de-obra, quer dos jovens quer dos trabalhadores já empregados é, segundo o Dr. Fernando Medina, uma outra das prioridades do Governo com o objectivo de atrair novos investimentos e assim criar mais emprego e riqueza.
O Presidente da Câmara, Engº Joaquim Barreto considerou, a este propósito, que o Centro de Emprego de Basto é um instrumento oficial de grande importância para o desenvolvimento da região ao disponibilizar meios e recursos de proximidade junto das populações que recorrem aos seus serviços e que deles têm beneficiado.
As obras em curso prevêm A  ampliação do edifício que se destina a Centro Comunitário
As obras em curso prevêm A ampliação do edifício que se destina a Centro Comunitário
O autarca considerou, na ocasião, que o Município de Cabeceiras de Basto está também empenhado em criar cada vez melhores condições, com vista a atrair investimentos, para o que estão em curso a criação de várias zonas industriais no concelho e diversas iniciativas na área da formação e valorização profissional dos Cabeceirenses.
Acerca da obra que agora foi anunciada e que, certamente, arrancará nos próximos meses, o Engº Joaquim Barreto disse-se satisfeito pelo cumprimento do Governo das promessas feitas dando, assim, satisfação a grande parte dos pedidos e pretensões apresentadas pelo Município, facto que levou o autarca a sublinhar que os políticos e os governos não são todos iguais, já que uns “fazem promessas e não cumprem e outros cumprem com os seus compromissos como é o caso deste governo”.
Considerando que o projecto do edifício do novo centro de Emprego está bem concebido arquitectonicamente e integrado nas construções antigas existentes no local, o edil acentuou a importância do serviço prestado às comunidades dos concelhos por si abrangidos e a mais –valia que representa para o Arco de Baúlhe e para Cabeceiras de Basto.
O Presidente da Junta de Freguesia de Arco de Baúlhe, Armando Duro, interveio na curta cerimónia para agradecer o lançamento do Concurso Público do Centro de Emprego de Basto e elogiar o cumprimento da promessa do Governo na sua concretização.
O novo edifício do Centro de Emprego deverá arrancar no segundo semestre do corrente ano e a sua conclusão prevê-se para os finais de 2008.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.