Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-12-2006

SECÇÃO: Última Página

Convívio de Natal reúne idosos do concelho

O Mercado Municipal de Cabeceiras de Basto tornou-se pequeno para receber cerca de meio milhar de idosos que ali se deslocaram no dia 18 de Dezembro, para uma tarde de convívio e de confraternização próprias da quadra Natalícia que atravessamos.
Uma iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, de alguns anos a esta parte, que, com o apoio das Juntas de Freguesia, promove anualmente esta Festa de Natal dos Idosos, tendo subjacente o facto deste concelho ser uma terra com um índice de envelhecimento significativo originado em parte, pela sua localização geográfica, onde o número de aldeias ou aglomerados rurais habitados por pessoas idosas em situação de isolamento, é elevado.

A festa de Natal proporcionou momentos de grande alegria às centenas de idosos presentes no Mercado Municipal
A festa de Natal proporcionou momentos de grande alegria às centenas de idosos presentes no Mercado Municipal
Certos de que muitas destas pessoas não têm o apoio directo dos familiares, cujas circunstâncias da vida lhes traçou rumos e rotas inesperadas, especialmente pelos caminhos da emigração, esta franja da população vê-se cada vez mais dependente e “desamparada”, facto que a Câmara, segundo informação divulgada, com o apoio dos órgãos autárquicos do concelho, procura combater sobretudo nesta quadra festiva.
A festa contou com a presença dos artistas “Maria e Vidrinhos”, que através de uma prestação musical diversificada que passa pela animação musical, pelas anedotas e outras actividades, encarregues de proporcionar uma animada tarde a todos os presentes. Na festa participaram igualmente alguns idosos que com graciosidade e sabedoria deram o seu contributo contando anedotas, lendas, história e cantando melodias populares.
Na ocasião, Joaquim Barreto que esteve presente na festa tal como vem fazendo de alguns anos a esta parte, salientou o esforço que tem sido feito no sentido de criar estruturas como os Espaços de Convívio e de Lazer, que permitam a ocupação dos tempos livres dos idosos recorrendo à realização de acções várias como ginástica, música, jogos, entre outras, capazes de contribuir para atenuar momentos de solidão e proporcionar o convívio entre idosos e o relacionamento inter-geracional.
Seguiu-se um lanche convívio oferecido pela Autarquia a todos os idosos presentes que se prolongou até ao anoitecer e ao qual se juntaram autarcas e demais Cabeceirenses que assim aderiram e participaram em mais uma jornada dedicada a esta faixa etária da população de Cabeceiras de Basto.
Esta acção levada a cabo pela Câmara Municipal foi de encontro a um conjunto de medidas que procuram proporcionar momentos de sociabilidade e de ocupação dos tempos livres a uma boa percentagem da população do concelho, através do convívio e do reencontro de “velhos” amigos que desta forma passaram uma tarde diferente.
Assim, só graças ao empenho de todas as autarquias e à colaboração dos seus responsáveis directos é possível atenuar a situação, desenvolvendo acções e contribuindo para o bem-estar social.
Nesta união de esforços procura-se diminuir o isolamento do idosos, levando-os a participar em iniciativas de cariz sócio-cultural que, desta feita, contribuem para que o desenvolvimento em Cabeceiras de Basto seja pautado por um sentido humanista e solidário, onde a prioridade é o bem estar de quem nele vive, e sobretudo a felicidade daqueles para quem ser velho é apenas ter apenas “ter mais idade”, realçou fonte da Autarquia.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.