Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-09-2006

SECÇÃO: Região

A Campeã de mundo acha Cavez encantador

Fátima Ferreira campeã do mundo da modalidade
Fátima Ferreira campeã do mundo da modalidade
Fátima Ferreira, de 44 anos é, pela segunda vez, a campeã mundial de pesca desportiva em água doce – senhoras, título conquistado no decorrer da prova internacional que teve lugar em Cavez, Cabeceiras de Basto.
Esta praticante da pesca desportiva pertence à A.P.F do Porto, integrada na Associação Regional do Norte de Pesca Desportiva, e é titular da selecção nacional há 9 anos.
Muito felicitada pelas outras atletas das 13 selecções do mundo que marcaram presença neste mundial, Ecos de Basto aproveitou a oportunidade para falar com a melhor pescadora da actualidade.
P. Qual a sensação de ver o seu nome consagrado como campeã mundial da modalidade?
R. Sinto uma alegria imensa. Estou emocionada com este êxito com o qual não contava. A vitória da equipa não me surpreende, agora a minha vitória individual sinceramente não esperava. A mudança de sector foi decisiva.
P. Qual a mensagem que quer dar ao público e aos amantes desta interessante actividade desportiva?
R. A minha mensagem é a de que seria bom que mais mulheres aderissem a esta actividade de pesca desportiva.
Venham experimentar para depois apreciar com é aliciante a pesca. É apaixonante e quando se gosta nunca mais se larga. Eu já pesco desde 1990, e a partir daí todos os meus tempos livres que a minha profissão de cabeleireira me dá venho para o rio. É um passatempo excepcional. Apelo às senhoras e particularmente às raparigas mais jovens que venham participar neste desporto. Aliás, a nossa selecção já esta a ficar velha e quantas mais mulheres aderirem à pesca desportiva melhor. Precisamos de renovar e criar ainda melhores condições. Bem sei que as iniciativas são escassas mas a pesca desportiva é uma das actividades mais salutares e que ocupam o tempo da melhor forma.
P. Ser mulher é, de algum modo, impeditivo do exercício da pesca?
R. Nem pouco mais ou menos. Ser mulher não interfere em nada com a prática da pesca sou casada, tenho uma filha e facilmente concilio essa condição com o desporto da pesca.
P. Qual é a sua opinião sobre a Pista de Pesca de Cavez?
R. A Pista de Pesca Desportiva de Cavez é, para mim, a melhor do país. Também gosto muito de Cavez e participo em todas as provas aqui realizadas. É aqui que gosto de treinar e fazer a minha preparação para as principais provas em que sou chamada a actuar. A abertura recente da Auto-estrada A7 veio ainda proporcionar melhores condições de atractivamente à Pista de Cavez. Agora, do Porto aqui são 45 minutos.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.