Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-07-2006

SECÇÃO: Região

Francisco Lopes apaga 100 velas

O centenário, sentado, ladeado pelos autarcas que o homenagearam pela efeméride
O centenário, sentado, ladeado pelos autarcas que o homenagearam pela efeméride
Natural e residente na freguesia de Cabeceiras (S. Nicolau), deste concelho, Francisco Lopes, completou no dia 3 de Julho a bonita idade de cem anos. Agricultor de profissão, este Cabeceirense que nasceu 1906, presenciou ao longo da sua longa vida vários factos, importantes marcos da história de Portugal. Em Outubro de 1910, então com 4 anos, assistiu à queda da monarquia e à implantação da República. Em 28 de Maio de 1926, testemunha a implantação do Regime do Estado Novo e a chegada ao poder do Dr. Oliveira Salazar, que governou Portugal durante 40 anos.
À distância, acompanhou outros acontecimento que, positiva ou negativamente, marcaram a história da humanidade, tais como a II Guerra Mundial, que se prolongou de 1939 a 1945, a chegada do Homem à Lua, em 1969, e posteriormente, o 25 de Abril de 1974.
Pai de seis filhos, um dos quais entretanto falecido, Francisco Lopes conta, actualmente, com treze netos e seis bisnetos.
Uma vida plena, que ao completar cem anos, familiares e amigos não puderam deixar de assinalar, presenteando-o com uma justa e sentida homenagem, a que apenas alguns têm o privilégio de assistir.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.