Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-07-2006

SECÇÃO: Região

“Prevenção nos Incêndios Florestais”

A Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto promoveu no passado dia 28 de Julho, no Auditório Municipal Ilídio dos Santos, um colóquio subordinado ao tema “Prevenção nos Incêndios Florestais”.

Aspecto do Colóquio sobre a prevenção dos incêndios florestais
Aspecto do Colóquio sobre a prevenção dos incêndios florestais
Tratou-se de uma iniciativa dinamizada no âmbito do Curso Empregado Comercial – Curso de Educação e Formação de Adultos que a Associação está a promover em cabeceiras de Basto.
O objectivo principal desta iniciativa inserida no tema de vida “O ambiente” consistiu em sensibilizar a comunidade deste concelho para a problemática dos incêndios florestais, que de alguns anos a esta parte, nos períodos mais quentes assombram Portugal.
Presentes estiveram além dos formandos e formadores, pessoas ligadas ao sector, bem como autarcas e técnicos para abordar e reflectir sobre um tema tão actual quanto vital para a sociedade portuguesa.
O colóquio teve início pelas 14h30m com a recepção dos participantes e entrega de documentação, seguindo-se a apresentação do trabalho realizado pelos formandos deste curso EFA. A intervenção do Engº David Magalhães subordinada ao tema “Ordenamento Florestal”, bem como do técnico representante da Autarquia alusiva ao tema “Silvicultura Preventiva”, permitiu um melhor esclarecimento sobre a temática e originou um profícuo debate entre oradores e participantes.
Após um curto intervalo, o Engº António André falou sobre “Vigilância dos Espaços Florestais” e coube ao Duarte Ribeiro, comandante dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses abordar o tema “Prevenção e Combate aos Incêndios: Dificuldades e meios utilizados”.
Um debate vivo e participado encerrou mais uma jornada, desta feita promovida pela Associação Empresarial, alusiva aos incêndios florestais e às medidas a adoptar no combate e prevenção aos mesmos.
Recorde-se que, em Portugal, os últimos anos têm sido marcados por incêndios florestais de grande dimensão que tornaram necessárias, por parte da sociedade em geral e da administração pública em particular, reflexões profundas que deram origem a debates públicos e trabalhos de investigação e desenvolvimento, servindo de base para a tomada das decisões mais adequadas.
De referir ainda neste jornada, a apresentação de vários trabalhos efectuados com materiais reciclados, numa clara alusão à defesa e preservação do meio ambiente.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.