Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-06-2006

SECÇÃO: Região

Em Cabeceiras de Basto

foto
Quercus debateu “Fogos Florestais”

Com o apoio da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, a QUERCUS – Núcleo de Braga, promoveu no dia 2 de Junho, um seminário subordinado ao tema “Fogos Florestais”.
Tratou-se de uma iniciativa que atraiu ao Auditório Municipal Ilídio dos Santos, agentes ligados ao sector, tais como elementos do Conselho Cinegético Municipal, a Comissão Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios, bem como autarcas e todos quantos se preocupam com a floresta.
A abertura do seminário ficou a cargo do Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, que na ocasião, agradeceu a presença de todos e felicitou a Quercus pela realização da acção neste concelho.
Joaquim Barreto, salientou ainda, que apesar do tema parecer recorrente nunca é demais reflectir sobre esta problemática que nos últimos anos tem assumido proporções tais que transforma os fogos florestais em verdadeiras tragédias. No seu entender todos, entidades responsáveis e sociedade civil devem dar o seu contributo para que esta situação se evite. É preciso esclarecer a população. Muitas das vezes [e fala em relação ao distrito de Braga], as pessoas não sabem o que fazer em caso de incêndios florestais. É preciso informar e sensibilizar, pois qualquer dia corre-se o risco de não haver floresta.
Por fim o autarca mostrou-se disponível para colaborar com os vários parceiros e desta forma ajudar a preservar a floresta.

Unidos pela defesa da floresta

Durante esta sessão houve lugar para as intervenções da FORESTIS- Associação Florestal de Portugal, pela Engª Rosário Alves, da Liga dos Bombeiros Portugueses, pelo Dr. Agostinho Pinto Teixeira, da DGRF [Direcção Geral dos Recursos Florestais] pelo Eng.º José Manuel Ivo Gomes e da Quercus pelo Eng.º Domingos Patacho.
O seminário foi moderado pelo Mestre Bento Gonçalves, docente da Universidade do Minho, dando posteriormente lugar a um debate aberto e profícuo em torno desta temática.
A cidadania, a formação, a sensibilização, a informação, a prevenção e o reforço de meios, foram alguns dos pontos transversais a este seminário que reuniu várias pessoas, que sentem e vivem a floresta no dia a dia.
Recorde-se que em Portugal, os últimos anos têm sido marcados por incêndios florestais de grande dimensão que tornaram necessárias, por parte da sociedade em geral e da administração pública em particular, reflexões profundas que deram origem a debates públicos e trabalhos de investigação e desenvolvimento, servindo de base para a tomada das decisões mais adequadas.

Botânico de Coimbra entusiasma estudantes

Ainda no âmbito desta iniciativa, a Quercus dinamizou uma sessão direccionada à comunidade escolar tendo em vista sensibilizar as crianças e jovens deste concelho para a temática em causa e para a necessidade, cada vez maior, de preservar a natureza. Tendo como orador convidado o Dr. Jorge Paiva, botânico de Coimbra, esta sessão registou o agrado de todos os alunos que encheram o auditório municipal.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.