Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-11-2005

SECÇÃO: Opinião

MÁRIO SOARES

foto
Foi com enorme satisfação que cumprimentei o Doutor Mário Soares aquando da sua visita recente.
Já lá vão cerca de 20 anos quando se candidatou pela primeira vez à Presidência da República. É verdade! Já passaram 20 anos! Éramos todos tão novos! Mas digo-vos com toda a franqueza que, ao olhar para ele, verifiquei que os anos não lhe fizeram grande mossa.
Com o seu ar de gigante, bonacheirão, os seus cabelos brancos impecáveis e a sua simpatia própria de quem está de bem com a vida, fizeram com que eu e todos aqueles que ele cumprimentou, ficassem surpreendidos. Devido aos comentários de alguns “media” da televisão, esperava vê-lo sair do automóvel um pouco frágil, a precisar de ajuda para caminhar. Nada disso! Saiu aprumado, caminhou com porte atlético, fazendo inveja a muitos homens de 50 e 60 anos.
Dr. Mário Soares agradavelmente surpreendido com as modificações na Praça da República
Dr. Mário Soares agradavelmente surpreendido com as modificações na Praça da República
Quero com isto dizer que: a idade não é desculpa para um homem não enfrentar desafios, mesmo que ele já tenha sido Primeiro-Ministro, Presidente da República e Deputado Europeu.
É certo que tem 81 anos, mas com um historial político melhor que muitos dos eleitos que hoje ocupam a Assembleia da República e até mesmo aqueles que se encontram no Parlamento Europeu.
Na minha humilde opinião, acho que a idade do Doutor Mário Soares não é desculpa válida para que se não torne a candidatar. Ninguém tem a vida segura, nem sabe ao certo quando a morte nos bate à porta, ela não escolhe idade e, por esse motivo, ele ainda pode ser útil ao nosso país.
Mário Soares reparou logo ao chegar que, a Praça da República estava diferente desde a sua última visita a Cabeceiras de Basto. Uma coisa que Mário Soares não se esqueceu foi da varanda da casa do saudoso Manuel Magalhães, mais conhecido por “sacristão”. Foi lá que ele e o já falecido Salgado Zenha discursaram para a população de Cabeceiras de Basto, como adversários do mesmo partido, candidatos aos cargos de Secretário-geral do Partido Socialista e Presidente da República, logo após ao 25 de Abril.
Momento de convívio e boa disposição no Café do Manuel Satélite
Momento de convívio e boa disposição no Café do Manuel Satélite
Foram tempos difíceis e conturbados os que se seguiram ao início da Democracia.
Bons tempos aqueles! Era a moda em que os homens usavam cabelos grandes, frisados, com “suíças”, bigodes e calças à “boca de sino”. Era uma moda um tanto Hippie com onda de “Paz e Amor”. Devo dizer que essa moda não os favorecia lá muito.
Mário Soares foi um baluarte Nacional, contribuiu para a Democracia Portuguesa e graças a ele, durante a sua Presidência, integramos a Comunidade Europeia.
Muito mais teria a acrescentar.
Gostei de voltar a vê-lo e recordar os anos passados em que tudo era diferente. Éramos jovens, tínhamos ideais e o Doutor Mário Soares era o meu ideal.

Por: Fernanda Carneiro

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.