Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-10-2005

SECÇÃO: Região

Carta Educativa do Concelho em estudo
“Recepção ao Professor” como estímulo aos principais agentes da Educação

Através de uma iniciativa de grande significado e intencionalidade promovida pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, realizou-se, no passado dia 26 de Outubro, a 11ª edição da Recepção ao Professor, que mobilizou, como vem sendo habitual, muitas dezenas de docentes, responsáveis pelos estabelecimentos de ensino do concelho e autarcas.
A jornada iniciou-se a meio da tarde com uma cerimónia pública de boas-vindas no Auditório Municipal Ilídio Santos, seguindo-se uma visita turística ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos, estátua de “O Basto”, Casa Municipal da Cultura, Centro de Educação Ambiental de Vinha de Mouros, Área de Lazer da Veiga, Casa da Música, Pelourinho das Pereiras, Museu das Terras de Basto e Biblioteca Municipal do Arco de Baúlhe. Como epílogo mais divertido para o evento foi escolhido o jantar-convívio, animado com “karaoke” que decorreu na Escola EB-2,3 do Arco de Baúlhe.
Na sessão de acolhimento aos professores, neste início de ano escolar, a Mesa que presidiu ao acto foi constituída pelo Presidente e Vice-Presidente da Câmara, Engº Joaquim Barreto e Dr. Jorge Machado, respectivamente, Monsenhor António Tanque Campos, Director do Externato de S. Miguel de Refojos, Profª Benvinda Magalhães, Coordenadora do Ensino Recorrente e Extra-Escolar, Profª Céu Caridade,Profª Senhorinha Pires e Prof. Albino da Silva, Presidentes, pela mesma ordem, dos Agrupamentos das Escolas de Refojos, Arco de Baúlhe e Cavez.

foto
Câmara investe em equipamentos educativos

Nas intervenções efectuadas, destacamos as mensagens dirigidas pelo Dr. Jorge Machado que, depois de enumerar todos os equipamentos, recursos físicos e serviços colocados à disposição da comunidade educativa pela Autarquia, apelou ao seu bom uso contando, por isso, com a colaboração dos docentes nessa missão.
Assinalou ainda a organização e execução da Carta Educativa do concelho, como um documento importante a ser trabalhado em conjunto com todas as escolas tendo presente como objectivo central o combate ao abandono e insucesso escolar.
A Profª Senhorinha Pires deixou, por sua vez, uma mensagem muito sentida de boas-vindas a todos os docentes que vão exercer a sua actividade, ao longo deste ano, nas nossas escolas com realce especial para os que, pela primeira vez, foram colocadas no concelho cabeceirense.
Manifestou também o desejo de que o trabalho e a acção futura de todos os parceiros que fazem parte da comunidade educativa obtenham resultados positivos, principalmente para os alunos.
Para finalizar a sessão subiu à tribuna o Engº Joaquim Barreto para desejar um bom ano de trabalho aos professores, quer aos que chegam de novo, quer aos que já se encontram entre nós na sua insubstituível missão de ensinar.

Um computador em cada sala de aula

Nesta sua alocução, o Presidente da Câmara sublinhou o esforço feito ao longo dos últimos anos pela Autarquia na recuperação, requalificação e melhoria de todos os estabelecimentos de ensino espalhados pelo concelho, sem esquecer a dotação das escolas com os recursos das novas tecnologias da informação permitindo que todas as salas de aulas tenham, a muito curto prazo, um computador com ligação à Internet.
Mereceram ainda consideração particular a Carta Educativa em estudo, que vai reordenar e reformular todo o parque escolar do Município, bem como a nova estrutura orgânica do Pelouro da Educação da Câmara, decorrente do acto eleitoral de 9 de Outubro.
A iniciativa, que contou com a estreita colaboração dos três Agrupamentos de Escolas existentes no concelho referenciados antes, pretende integrar os novos docentes na vivência sócio- económica e cultural das nossas gentes, permitindo, igualmente, estimular e motivar os agentes de educação que constituem o principal pilar da estrutura do sector educativo.
As capacidades dos professores, aliadas ao seu desempenho realizador e à competência profissional que revelarem são, na verdade, determinantes para o êxito ou insucesso escolar dos jovens da nossa terra.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.