Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 14-04-2014

SECÇÃO: Informação

Grupo Folclórico de S. Nicolau festejou 14 anos

Autarcas do município e da freguesia e dirigentes associativos brindaram ao Rancho Folclórico
Autarcas do município e da freguesia e dirigentes associativos brindaram ao Rancho Folclórico
A convite da Associação do Grupo Folclórico de S. Nicolau os presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto, Dr. China Pereira e Eng.º Joaquim Barreto, associaram-se no dia 6 de abril, ao aniversário da Associação do Grupo Folclórico de S. Nicolau – Cabeceiras de Basto, respondendo assim, ao convite do presidente daquela coletividade, Manuel Pacheco.
Uma iniciativa na qual compareceram o presidente da Junta José Carlos Rebelo, demais autarcas da freguesia e do município, dirigentes das coletividades locais, associados, elementos do Rancho Folclórico e população em geral que ali se deslocou para assinalar os 14 anos de atividade deste importante Grupo concelhio empenhado em promover os usos e costumes desta terra de Basto através do folclore e das belas danças e cantigas com que habitualmente se apresenta ao público.
Elementos do Rancho, familiares e amigos cantaram os parabéns
Elementos do Rancho, familiares e amigos cantaram os parabéns
No uso da palavra, o presidente da direção, Manuel Pacheco, agradeceu a presença de todos, assim como a colaboração que tem tido não só por parte da população, mas também das diversas entidades, destacando o importante apoio prestado pela anterior Câmara Municipal na concretização do sonho de construir a sede da Associação, obra cujo avultado valor, espera, fique liquidado em 2015.
Uma obra que segundo o presidente da Junta de Freguesia, José Carlos Rebelo, se deve a todos e sobretudo aos elementos do grupo folclórico que através das atuações e da promoção de várias iniciativas têm contribuído para engrandecer a coletividade merecendo por isso ser ajudados. Por este motivo, a Junta de Freguesia entregou no decurso desta cerimónia, um cheque no valor de 500 euros, para apoiar a coletividade.

Associativismo, mola impulsionadora
de desenvolvimento local

Um dos grandes impulsionadores do associativismo local, o autarca Eng.º Joaquim Barreto, que foi convidado na dupla condição de anterior presidente de Câmara e de atual presidente da Assembleia Municipal, no uso da palavra, começou por agradecer o convite feito, realçando que a Câmara que até então presidiu apoiou todas as associações porque sempre acreditou na importância do movimento associativo. As associações contribuem para o desenvolvimento do território, na maior parte das vezes de forma voluntária e abnegada, prestando serviços em diferentes áreas e consequentemente, contribuindo para o bem-estar das pessoas. O autarca garantiu que não fez mais que a sua obrigação.
Agradecendo o convite feito à Assembleia Municipal, órgão que representa e que deve ser respeitado, o Eng.º Joaquim Barreto, evocou os 14 anos desta associação a cujo ‘nascimento’ assistiu, já que este, como muitos outros grupos musicais concelhios emergiram da dinâmica sócio cultural desenvolvida nas últimas duas décadas pela Câmara Municipal que, através da promoção de diversas iniciativas, tais como os cantares das janeiras, as cantigas de abril ou as quadras de S. Martinho, despoletaram não só o surgimento de diversas coletividades, como também a aprendizagem de vários instrumentos musicais, nomeadamente os cavaquinho e as concertinas.
Para o Eng.º Joaquim Barreto, a criação do Grupo Folclórico de S. Nicolau foi sempre merecedora do carinho do Município, já que, pela sua ação, ao longo dos anos tem contribuído para a recolha e valorização dos usos e costumes desta terra de Basto, através do folclore e da etnografia, ao mesmo tempo que proporciona momentos de alegria à população e contribuí para a promoção não só da sua terra como do concelho. O autarca terminou, felicitando a direção e toda a organização deste grupo pelo trabalho, empenho, esforço e dedicação demonstrado nos últimos anos.
O Presidente da Câmara, Dr. China Pereira, agradeceu o convite para participar nesta iniciativa que assinala os 14 anos de existência e de trabalho realizado pelo Grupo Folclórico na área da cultura, felicitando-o pela construção da sede e manifestando a sua disponibilidade em apoiar as associações, com quem quer contar no desenvolvimento do concelho.
A findar, autarcas, dirigentes, elementos do Rancho Folclórico e população em geral partiram o bolo de aniversário deste importante Grupo Folclórico. A festa prolongou-se tarde fora ao som das concertinas e dos jogos tradicionais.





















© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.