Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 07-10-2013

SECÇÃO: Informação

Escola Primária de Vilela alberga coletividades

Junta de Riodouro, Baldios de Vilela e Meijoadela, Câmara Municipal e Associação  Vilela com Vida assinaram protocolo
Junta de Riodouro, Baldios de Vilela e Meijoadela, Câmara Municipal e Associação Vilela com Vida assinaram protocolo
No passado dia 26 de setembro foi assinado um protocolo de cedência das instalações da antiga EB1 de Vilela à Associação Vilela com Vida e ao Conselho Diretivo de Baldios de Vilela e Meijoadela. O protocolo, que tem um período de vigência de um ano, foi rubricado pelo Município de Cabeceiras de Basto, Junta de Freguesia de Riodouro, Associação Vilela com Vida e Baldios de Vilela e Meijoadela.
Neste ato, que decorreu nas instalações da antiga escola primária, marcaram presença o presidente da Câmara Municipal, Eng. Joaquim Barreto, o presidente da Junta de Freguesia, Serafim Barros Pereira, a presidente da Associação Vilela com Vida, Elisabete Dourado e o presidente da direção do Conselho Diretivo de Baldios de Vilela e Meijoa-dela, Eduardo Regueiras, assim como o presidente da Assembleia Municipal, Dr. China Pereira e população em geral.
foto
O protocolo de colaboração tem como objetivo o desenvolvimento de atividades de interesse comuni-tário, assim como a promoção de iniciativas que mantenham vivas a identidade, as características e as tradições do lugar de Vilela e da freguesia de Riodouro.
Na oportunidade, o autarca Joaquim Barreto entregou as chaves do edifício ao presidente da Junta de Riodouro, afirmando: “queremos que estes espaços tenham vida e que sirvam as pessoas para que estas se possam sentir felizes” na sua aldeia.
Reconhecendo que “ninguém esquece a sua primeira escola”, Joaquim Barreto desejou que as antigas instalações da escola primária sejam “um espaço de encontro” entre as gerações de Riodouro e mais concretamente do lugar de Vilela.
De salientar que a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto apoiou financeiramente as obras de requalificação do edifício, que sofreu intervenções ao nível do telhado e das janelas.
A presidente da Associação Vilela com Vida demonstrou a sua satisfação pela assinatura do protocolo, agradecendo à Câmara Municipal o apoio dado à instituição. ”Esta-mos aqui para trabalhar e contamos com todos”, disse Elisabete Dourado, manifestando vontade em “fazer jus ao nome da associação”.
Por fim, convidou toda a população de Vilela a associar-se às iniciativas que venham a ser desenvolvidas pela associação.









































© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.