Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 16-09-2013

SECÇÃO: Informação

Executivo municipal distingue cabeceirense Prof. Doutor Luís Vaz

Autarcas da Câmara e do Município marcaram presença
Autarcas da Câmara e do Município marcaram presença
Dando cumprimento à deliberação do executivo municipal tomada na última reunião camarária de 12 de setembro de 2013, o presidente da Câmara, Eng.º Joaquim Barreto, acompanhado pelo presidente da Assembleia Municipal, Dr. China Pereira, demais autarcas da freguesia e do município, convidados, familiares e amigos, procederam no dia 14 de setembro ao descerramento do topónimo Largo Prof. Doutor Luís Vaz, na freguesia de Alvite.
Tratou-se de uma singela cerimónia que teve como objetivo principal prestar homenagem e reconhecimento público ao referido cabeceirense com a integração do seu nome na toponímia da freguesia de Alvite.
Luís Vaz dedica homenagem a todos os que partiram da sua terra
Luís Vaz dedica homenagem a todos os que partiram da sua terra
O Prof. Doutor Luís Gonçalves Vaz, nascido a 28 de maio de 1949, em Cabeceiras de Basto, é licenciado em História, Mestre em Ideologias e Mentalidades e Doutorado em Cultura Portuguesa pela Universidade Nova de Lisboa.
Foi professor do Ensino Secundário Público durante trinta e três anos e foi professor universitário durante três anos. Como investigador esteve sete anos na Universidade Nova de Lisboa, no Departamento de Estudos Portugueses. Foi Administrador Delegado do Instituto da Ação Social Escolar do Ministério da Educação, foi Diretor do Colégio Pina Manique, foi Bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian e do Ministério da Educação.
Homem de grande intervenção cívica, o Prof. Doutor Luís Vaz é sócio da Associação Portuguesa de Escritores e como escritor publicou já onze livros. A convite das mais diversas entidades públicas e privadas, tem proferido inúmeras conferências e participado em diversos debates.
De referir que a sua participação na sociedade civil está mar-cada pela sua enorme atividade associativa, enquanto dirigente, tendo sido presidente da Assembleia-geral e Presidente da Direção de inúmeras associações e coletividades ao longo de muitos anos.
Exerceu igualmente diversos cargos autárquicos, desde presidente da Junta de Freguesia de S. Jorge de Arroios, em Lisboa, membro do executivo da mesma Junta de Freguesia, membro da Assembleia de Freguesia dos Anjos, em Lisboa, e membro da Assembleia Municipal de Lisboa.
Para além de professor e autarca, foi sempre um homem ligado à investigação, à educação, às letras e à cultura. É um homem inteligente, bem formado e muito culto que gosta de partilhar, com os leitores das suas obras, com os amigos ou com todos aqueles com quem se relaciona, o seu saber sobre a nossa história e memória coletiva. É um cidadão inconformado o que o tem levado a participar ativamente em movimentos e organizações que se têm batido pela liberdade, pela justiça e pela solidariedade.
Segundo informação divulgada, o Município de Cabeceiras de Basto, já tinha agradecido o Prof. Doutor Luís Vaz, em 2003, com a atribuição da Medalha - Grau Ouro - do Município de Cabeceiras de Basto. Agora, e tendo em conta os bons serviços prestados à causa pública, através da sua participação pública e política e do seu contributo ao movimento associativo, através de inúmeras colaborações, que são exemplo para outros cidadãos do nosso concelho; a sua intensa atividade profissional e de investigação, entre outras que honraram, prestigiaram e promoveram o Município de Cabeceiras de Basto, com especial relevo na área da história, cultura e das letras e, dessa forma, concorreram também para o desenvol-vimento do concelho, o executivo municipal decidiu distinguir a sua ação como professor, investigador, dinamizador cultural, escritor e democrata de que o concelho de Cabeceiras de Basto tem beneficiado, especialmente na vertente do desenvolvimento e expansão da cultura.
Nesta cerimónia o presidente da Assembleia Municipal, enalteceu o caráter e o contributo que Luís Vaz tem dado à cultura, reconhecendo o seu trabalho e o seu apego por esta terra e pelas suas gentes.
Após a intervenção da filha e de amigos do homenageado, o edil cabeceirense, Eng.º Joaquim Barreto, encerrou a cerimónia, dizendo-se feliz por estar a distinguir este cabeceirense que agora vê estampando o seu nome na toponímia local e ao qual é reconhecido publicamente mérito como homem e como profissional. Carater, determinação, cultura, princípios e valores, estão associados a esta personalidade cujo percurso de vida fica ligado a uma grande intervenção cívica, cultural e política. Um homem habituado a lutar contra as adversidades, solidário e firme, que apesar de ter imigrado para Lisboa nunca cortou a sua ligação à terra natal, aqui se deslocando com frequência.
No uso da palavra, o Prof. Doutor Luis Vaz agradeceu a distinção que lhe foi atribuída e que para ele simboliza uma homenagem a todos os que tiveram que partir da sua terra em busca de uma vida melhor.
Terminou, agradecendo ao vereador Dr. Domingos Machado e ao presidente da Câmara, Eng.º Joaquim Barreto, por tudo o que têm feito pela cultura em particular e por esta terra em geral.












© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.