Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 03-12-2012

SECÇÃO: Opinião

Personalidades Ilustres de Mondim de Basto

foto
***
Inicio hoje, uma série de reportagens sobre as personalidades mais ilustres do concelho de Mondim de Basto, nos últimos séculos.
Este trabalho de pesquisa, sobre as pessoas que se evidenciaram ao longo do tempo nesta terra, são o fruto da busca exaustiva que durante alguns anos consegui fazer.
Dos arquivos da Torre do Tombo e nos Registos Paroquiais, depositados no Arquivo Distrital de Braga, reuni toda a informação de que precisei para apresentar com verdade, estes testemunhos.
Espero, que este meu trabalho possa contribuir para um maior conhecimento e divulgação destas figuras ilustres, que um dia nasceram e viveram em Mondim de Basto.

I
foto

Desembargador Doutor Francisco Pinto Coelho de Castro Magalhães e Sousa
Casa do Balcão
Mondim de Basto

Nasceu a 09.03.1775, na freguesia de Britêlo ( Celorico de Basto ) e terá falecido na cidade do Porto, com 89 anos de idade. Os membros desta família, partiram para a capital muito cedo, por volta do século XVIII, para participar na política da Casa Real, onde se evidenciaram nos mais altos cargos. Francisco Pinto Coelho de Castro Magalhães e Sousa; Bacharel em Leis; obteve a categoria de Juiz de Fora em Penalva do Castelo, em 14.11.1804, por Despacho do Desembargo do Paço. Tomou posse em 25 de Abril de 1805, tendo-se mantido no cargo até 1810.Em 03 de Julho de 1823, foi nomeado Corregedor do Cível de Lisboa, onde permaneceu durante três anos. Por Decreto de 06 de Fevereiro de 1826, foi graduado em Desembargador da Relação e Casa do Porto, tendo-lhe D. João VI, em 13 de Outubro de 1826, concedido o respectivo alvará. Em 12 de Julho de 1828, obteve a carta de Desembargador da Relação do Porto com exercício de ajudante do Intendente Geral da Polícia. Auditor em Trás-os-Montes e na cidade do Porto; Corregedor em Beja e do Cível da Corte; Desembargador na Relação do Porto e na Casa da Suplicação; Juiz dos Feitos e Justificações da Casa do Infantado. Filho de José Bernardo Ferreira de Castro, nascido a 16.05.1742,+ 24.02.1821 e de Perpétua Rosa de Sousa Pinto Coelho de Magalhães, nascida a 08.01.1754 e neto paterno de João de Sampyo d,Assunção e Castro, familiar do Santo Ofício, mercador e grande proprietário e de s.m., Clara Maria Álvares Ferreira; casou na igreja matriz de S. Cristóvão em Mondim de Basto, com Maria Teresa Rodrigues de Carvalho da Casa da Costa, filha do capitão João António Rodrigues, senhor da Casa da Costa e de s.m. Teresa de Jesus Carvalho, nascida algures em 1780 -talvez na Casa da Lavandeira, em Atei -, propriedade dos herdeiros do seu parente António Caetano Pinto Coelho. Casou a segunda vez, com Maria Margarida da Soledade, em Lisboa no dia 15.06.1831 e pela terceira vez, com Josefa Maria de Sousa em Lisboa, no dia 07.07.1840. Teve, do primeiro casamento: José Pinto Coelho de Ataíde de Portugal e Castro, nascido a 22.04.1806, na Ínsua, Penalva do Castelo, Bacharel em Leis e Juiz de Fora na cidade de Lamego; foi casado com Delfina de Moura Teixeira Moreira, e deste casamento, tiveram:
Francisco de Moura Teixeira Pinto Coelho * 01.10.1841;
Teresa Filomena de Moura Pinto Coelho *14.10.1842;
Filomena Pinto Coelho Teixeira * 05.01.1844;
Maria Carolina Pinto Coelho * 24.09.1845;
Maria do Patrocínio Pinto Coelho de Moura Teixeira *03.11.1846, casada com Bernardo Gonçalves de Matos, natural de Atei;
Maria do Nascimento Pinto Coelho, * 26.09.1850;
Carolina Pinto Coelho;
António José Pinto Coelho * 11.12.1810;
Francisca Cândida Pinto Coelho, * 16.01.1812;
Maria do Carmo Pinto Coelho;
Maria dos Prazeres Pinto Coelho de Magalhães de Portugal e Castro, nasceu na cidade de Beja, a 07-08-1818 e faleceu na Casa da Igreja em Mondim de Basto, a 22.06.1866. Foi casada com António José da Costa Cardoso de Carvalho, natural da freguesia de S. Cristóvão de Mondim de Basto, e senhor da Casa da Costa, de Mondim de Basto, nascido a 07.08.1818, e falecido a 01.02.1884, na Casa do Souto da freguesia de Cavez, no concelho de Cabeceiras de Basto, filho de João Gonçalves da Costa e de s.m. e prima, Maria Vicência Antunes Cardoso de Carvalho. Neto paterno de João Gonçalves da Costa e de s.m., Maria de Carvalho. Neto materno de António Cardoso de Carvalho e de s.m., Maria da França Antunes de Carvalho. Tiveram: Filomena de Jesus e Maria Pinto Coelho Cardoso e Castro, * 25.08.1849, casou com José Augusto Correia dos Reis de Sousa Coelho; Maria da Purificação Pinto Coelho de Carvalho e Castro. Maria José Pinto Coelho do Amaral e Castro, casada com Manuel Álvares Teixeira. Carlos Zeferino de Carvalho Pinto Coelho de Castro, casado com a D. Rosalina Angélica de Sá Viana e em segundas núpcias com, a D. Maria do Rosário de Carvalho.
O filho mais velho do Desembargador Doutor Francisco Pinto Coelho de Castro Magalhães e Sousa, Dr. José Pinto Coelho de Ataíde de Portugal e Castro, foi Administrador da Câmara de Mondim de Basto e inaugurou em 1882 a Ponte de Mondim, sobre o rio Tâmega.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.