Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 12-11-2012

SECÇÃO: Educação

Cabeceiras de Basto dedicou semana à Educação e ao Ensino

Ação de sensibilização para a proteção civil-projeto GESTRAVE
Ação de sensibilização para a proteção civil-projeto GESTRAVE
Exposições, atividades de promoção da leitura, recitais, hora do conto, ateliês e ações de sensibilização foram algumas das iniciativas que integraram o programa de seis dias da Semana da Educação, que envolveu não só a comunidade educativa como a população em geral. Mais de um milhar de pessoas esteve envolvida na realização deste certame.
Promovida pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e pela Emunibasto, em colaboração com o Agrupamento de Escolas, o Externato de S. Miguel de Refojos, aa Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas, a Régie Cooperativa Basto Vida, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) e o Pólo de Formação de Basto, esta segunda edição da iniciativa decorreu entre os dias 22 e 27 de outubro, em vários cenários e locais do território.
Feirinha de Outono
Feirinha de Outono
Ao longo de uma semana, os cabeceirenses puderam visitar três exposições na Casa Municipal da Cultura de Cabeceiras de Basto (exposição de pintura: ‘Outras terras, outras gentes’ de Marlene Teixeira Galvão), na Casa do Povo do Arco de Baúlhe (exposição de pintura: ‘Olhar infinito’, de Ana Paula Duro) e na Biblioteca Municipal Dr. António Teixeira de Carvalho, no Arco de Baúlhe (exposição: ‘Regresso à escola de antigamente’).
Em simultâneo, foram levadas a cabo várias ações como ‘Livros de mão em mão’ no Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, ‘Leituras partilhadas’ no Centro Escolar Padre Dr. Joaquim Santos e Centro Escolar do Arco de Baúlhe e a Feira do Livro na Biblioteca Municipal Dr. António Teixeira de Carvalho, no Arco de Baúlhe. Foi, ainda, dinamizado o I Concurso de Ilustração Infantil e lançado o I Concurso literário infantil e juvenil de Cabeceiras de Basto intitulado ‘O nosso guerreiro – O Basto, o nosso mosteiro de S. Miguel de Refojos’.
Hora do conto
Hora do conto
A Feirinha de Outono, o teatro de fantoches ‘A galinha ruiva no outono’, os ateliês de jogos tradicionais e do trabalho da lã, a hora do conto’, a apresentação dos livros ‘O Homem da nuvem escura’ de Inês Vinagre e ‘O livro – objeto’ de Martinho Torres, ‘Uma noite na biblioteca…’ Municipal Dr. António Teixeira de Carvalho, a realização de um workshop alusivo ao fabrico de compotas e de produtos de linho, a ‘ação de sensibilização da população estudantil para a proteção civil’ no âmbito do projeto GESTRAVE, a visita à ‘Estação de comboios do Arco de Baúlhe’, no Museu das Terras de Basto, assim como, a reunião de trabalho subordinada ao tema ‘Estruturas educativas do concelho, no âmbito do Observatório Local para o Sucesso Educativo’, marcam também este certame.
Destaque ainda para as cerimónias de entrega de diplomas aos alunos do quadro de mérito do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto e a entrega de certificados aos adultos que concluíram o processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC) e a realização da ação de sensibilização ‘Os direitos e os deveres da família no contexto da educação formal’.
No último dia da semana dedicada à Educação foram entregues os prémios aos vencedores do VII Concurso Literário – Conto Infantil, sendo também lançada a coletânea dos seis contos vencedores das edições anteriores do concurso literário - conto infantil. O certame culminou com a apresentação do livro ‘Ama-me sem me suportares’ de Fátima Marinho e um momento musical promovido por jovens da banda cabeceirense no Auditório Municipal Ilídio dos Santos.
Ao promover esta iniciativa, o Município Cabeceirense pretende valorizar a Escola e o Ensino, sensibilizando a comunidade educativa e a população em geral, para as diferentes temáticas que lhe estão associadas.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.