Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 20-10-2012

SECÇÃO: Informação

Mega-agrupamento de centros de saúde do Alto Ave vai servir mais de 282 mil utentes

foto
Mais de 282 mil utentes vão ser servidos pelo novo Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Alto Ave, resultante de uma reorganização destes serviços na Administração Regional de Saúde do Norte, publicada em Diário da República no dia 10 de outubro, avançou a agência Lusa.
O ACES do Alto Ave resulta da fusão dos ACES do Ave I – Terras de Basto, e do Ave II – Guimarães/Vizela e servirá os concelhos de Cabeceiras de Basto, Mondim de Basto, Fafe, Guimarães e Vizela, com um total de 282.211 inscritos.
“Naturalmente que uma mudança de dimensão geográfica dos ACES implicará uma redefinição, por grupo profissional, dos recursos humanos a afetar a cada centro de saúde e correspondente ACES, garantindo que as necessidades reais tenham correspondência nos respetivos mapas de pessoal e assegurando uma otimização dos recursos”, lê-se na portaria publicada em Diário da República.
O número de recursos humanos afetos a este agrupamento é de 709, dos quais 163 são médicos, 213 enfermeiros, 29 técnicos de diagnóstico e terapêutica, 23 técnicos superiores, 189 assistentes técnicos, 90 assistentes operacionais e um capelão.
A criação dos ACES foi determinada em 2008, sendo que uma das principais novidades do diploma tinha a ver com a autonomia administrativa destes agrupamentos, que têm por missão garantir a prestação de cuidados de saúde primários à população de determinada área geográfica.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.