Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 09-07-2012

SECÇÃO: Opinião

ZURROS

foto
Ao chegar ao fim desta “alfabetiada” apeteceu-me dar urros com “zê”. E vou dar porque quero saber ao certo se é verdade que “vozes de burro não chegam ao céu”.
Tenho amigos verdadeiros entre os que andam a quatro, eles me juntei e escolhi o grupo dos que zurram.
Que ninguém se ria dos quadrúpedes, porque todos nós, os verticais, já andámos assim quando gatinhávamos.
Portanto, como dizia, zurrei e esperei qualquer sinal do céu. Afinal passados largos anos, logo que resolvi tomar esta atitude, veio-me a resposta: “Atira um bom par de coices, relinche uma última vez e deixa de ser burro”.
E é assim que chego ao fim!

Joaquim Marinho

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.