Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 16-04-2012

SECÇÃO: Informação

Basto Vida aprova Relatório de Gestão e Contas 2011

Assembleia-geral da Basto Vida aprova documentos
Assembleia-geral da Basto Vida aprova documentos
A Assembleia-geral da Basto Vida aprovou, no passado dia 29 de março, o Relatório de Gestão e Contas 2011, cujos documentos revelam um “resultado positivo”.
Segundo informação divulgada, durante a reunião que decorreu na sede da Basto Vida – Serviços de Ação Social e Cuidados de Saúde, no edifício dos Serviços Municipais de Ação Social, foram apresentados os resultados dos serviços, projetos e iniciativas desenvolvidos no ano transato, assim como as Contas 2011.
De acordo com as conclusões do relatório, as ações dinamizadas pela Basto Vida “demonstram a vontade e o empenho da régie-cooperativa e de todos os que com ela colaboram na estruturação de um trabalho que responda aos novos desafios e aos problemas dos grupos mais vulneráveis”.
Relativamente ao plano de atividades que havia sido definido, é de salientar que este foi “globalmente executado, não existindo um desvio significativo ao nível da intervenção, relativamente ao planeado. Pode-se, assim, afirmar que as metas propostas no referido plano foram positivamente atingidas”, lê-se.
Segundo o mesmo documento, a concretização do plano de atividades e do orçamento 2011, “com resultados positivos só foi possível devido à colaboração e ao apoio de entidades e de pessoas que, de uma forma voluntária, se entregaram às causas de bem servir Cabeceiras de Basto”.
Ao longo de 2011, foram várias as iniciativas, projetos e serviços prestados à população. Assim, nos onze Espaços de Convívio e Lazer (ECL’s) registou-se, em 2011, uma frequência total de 29.485 visitas. No âmbito do projeto ‘Mais Vida’, a cooperativa procurou “dar continuidade ao trabalho multidisciplinar”, tendo sido acompanhadas e apoiadas 32 situações sinalizadas, enquanto o Gabinete de Apoio à Família realizou um atendimento integrado de 47 famílias.
No que toca à Rede Social, a Basto Vida desenvolveu um trabalho em estreita colaboração com a estrutura, a partir das estratégias definidas para Cabeceiras de Basto, com relevo para a criação da Comissão Municipal de Proteção de Pessoas Idosas de Cabeceiras de Basto, que já se encontra em funcionamento, e que resulta de uma decisão do Conselho Local de Ação Social.
Em finais de 2011, o Posto Móvel de Atendimento ao Cidadão registava um total de 1.323 utentes inscritos, tendo-se assinalado 7.391 atendimentos ao nível do apoio social e administrativo e também ao nível da prestação de cuidados primários de saúde.
No que se refere ao projeto ‘Ouvir Cabeceiras de Basto a Sorrir”, foram efetuados 1.234 atendimentos, 427 no âmbito do Serviço de Audiologia e 807 atendimentos em resultado do Serviço de Higiene Oral.
O programa ‘EquoVida’ registou um aumento de 5 cavaleiros, sendo acompanhados, de forma regular, 18 crianças e jovens com lesões/disfunções neuromotoras e com necessidades educativas especiais. Registaram-se, ainda, 96 sessões de Hidroterapia nas Piscinas Municipais de Refojos e do Arco de Baúlhe.
O Banco Local de Voluntariado e a Loja Social também contaram com a colaboração da Basto Vida, sobretudo ao nível da mobilização de recursos humanos e no apoio logístico para a concretização das suas atividades.
No ano passado, também em estreita colaboração com a Basto Vida, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Cabeceiras de Basto acompanhou 146 processos, dos quais 48 foram instaurados nos meses em análise.
Ao nível das iniciativas sociais e de saúde, realce para a Festa da Saúde e da Solidariedade, para o convívio social ‘Mais Vida’, para o ‘Natal Com Vida’, para a Festa de Natal do Município de Cabeceiras de Basto e para a comemoração do Dia Mundial do Coração, que decorreu no Posto Móvel de Atendimento ao Cidadão com o apoio da TCare.
De salientar, ainda, a aprovação da candidatura apresentada pela Basto Vida a fundos comunitários para construção de uma Unidade de Cuidados Continuados Integrados a Pessoas Dependentes de Média Duração e Reabilitação em Cabeceiras de Basto, cujo financiamento foi aprovado no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte – O Novo Norte, uma obra que se espera vir a iniciar neste ano de 2012.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.