Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 16-04-2012

SECÇÃO: Informação

Adriana Ferreira

A flautista na Casa da Música
A flautista na Casa da Música
Flautista cabeceirense na Orquestra Nacional de França

“Génio” da flauta, a Cabeceirense Adriana Ferreira, bolseira da Fundação Gulbenkian no Conservatório Nacional Superior de Música e Dança de Paris, foi admitida na Orquestra Nacional de França, depois de ter concorrido a uma vaga para 2éme Flûte Solo jouant la 1ére Flûte Solo, Piccolo et Flûte en Sol.
A jovem cabeceirense atualmente com 21 anos de idade, foi a primeira flautista portuguesa a ser admitida no Conservatório de Paris, onde estuda sob orientação de Sophie Cherrier e Vicent Lucas (flauta) e Pierre Dumail (flautim).
Ao longo do seu percurso musical, obteve vários prémios em concursos nacionais e internacionais, entre os quais, em 2010, o 1º Prémio do Concurso Internacional Carl Nielsen, que teve lugar na Dinamarca.
Na ocasião, em reunião datada de 19 de agosto de 2010, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto reconheceu o mérito e os sucessos alcançados pela flautista Adriana Ferreira - jovem instrumentista, que se iniciou na Música aos seis anos de idade e aos nove integrou a Banda Cabeceirense - aprovando um Voto de Louvor, Congratulação e Regozijo pelo êxito alcançado ao conquistar o primeiro prémio em muitas provas de prestígio internacional. São galardões que contribuem para a promoção e valorização da música, ao mesmo tempo que reforça o prestígio e a imagem de Cabeceiras de Basto além fronteiras, em que “O esforço, dedicação e empenho são feitos notáveis que orgulham e honram todos os Cabeceirenses”.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.