Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 27-02-2012

SECÇÃO: Informação

Corso carnavalesco juntou centenas de crianças e jovens das escolas de Cabeceiras de Basto

Cogumelos inspiram trajes
Cogumelos inspiram trajes
Centenas de crianças e jovens do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto saíram à rua no dia17 de fevereiro para celebrar o Carnaval, uma iniciativa organizada pela Câmara Municipal e pelo Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto.
A ‘Terra’ foi o tema em destaque nesta edição do corso carnavalesco das escolas, que primou uma vez mais pela criatividade e originalidade das personagens que percorreram as principais ruas das vilas de Cabeceiras de Basto e do Arco de Baúlhe.
Jardinagem coloriu corso carnavalesco
Jardinagem coloriu corso carnavalesco
De uma forma lúdica e divertida, alunos, professores e educadores desfilaram, sensibilizando para a preservação do meio ambiente e dando a conhecer as potencialidades do nosso planeta.
No Arco de Baúlhe, a ‘Terra’ e a globalização estiveram em destaque no desfile de Carnaval que percorreu as principais ruas da vila. O globo terreste, os diferentes povos, a agricultura e os agricultores, as frutas e legumes, a jardinagem e as flores, os seres de outros planetas, a preservação da natureza e a proteção civil saíram à rua de uma forma muito divertida, cativando o numeroso público que se juntou para apreciar o desfile de Carnaval das escolas.
Animais do campo saíram à rua
Animais do campo saíram à rua
Ao animado cortejo não faltaram o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, o presidente da Junta de Freguesia do Arco de Baúlhe, Armando Duro, e a administradora da Emunibasto, Fátima Oliveira.
Na vila de Cabeceiras de Basto, a animação carnavalesca foi protagonizada por centenas de crianças e jovens do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto que, à semelhança do Arco de Baúlhe, trajaram disfarces alusivos à ‘Terra’.
Flores não faltaram no desfile
Flores não faltaram no desfile
Os foliões encheram as ruas de cor e muita alegria, mostrando ao público as mais diversas profissões associadas ao mundo rural e florestal, bem como, uma grande variedade de frutas e legumes, animais e flores, os povos e as diferentes civilizações e ainda os seres de outros planetas servindo de disfarce às crianças e jovens que desfilaram na vila cabeceirense.
Cabeceiras de Basto viveu, assim, mais um dia dedicado ao Carnaval com muita alegria e diversão.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.