Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 16-01-2012

SECÇÃO: Informação

''Nelo da Garagem'' faleceu

Manuel Mendes
Manuel Mendes
Assembleia Municipal aprovou voto de pesar

A Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto aprovou um voto de pesar, com trinta e sete votos a favor, pelo recém falecimento do cidadão Manuel Machado Teixeira Mendes, comummente conhecido pelo 'Nelo da Garagem' do Arco de Baúlhe.
Falecido no passado dia 11 de dezembro de 2011, aos 81 anos de idade, o cidadão Manuel Machado Teixeira Mendes, nasceu em 12 de dezembro de 1930 na freguesia e vila do Arco de Baúlhe, Cabeceiras de Basto. Uma figura popular, extremamente conhecida não só no Arco de Baúlhe, como em todo o concelho mas também por numerosas pessoas de outras localidades e regiões do país que com ele se cruzaram no Posto de Abastecimento de Combustíveis do Arco de Baúlhe.
Começou com 21 anos, após o serviço militar, a sua profissão de Gasolineiro naquele Posto de Abastecimento e nunca mais largou esse trabalho. Conheceu muitos milhares de automobilistas e camionistas de origens e paradeiros variados, fazendo com muitos deles grandes amizades e granjeando inusitada simpatia, sendo por isso tratado carinhosamente por todos os que o conheciam como ‘Nelo da Garagem’.
A sua forma simples de ser e o bom-humor que o caracterizava tornaram-no numa figura típica incontornável do nosso meio, merecedor de atenções e apreço de muita gente que o olhava como uma referência de entrega e dedicação a uma profissão ingrata e arriscada que exerceu ao longo de 50 anos.
A sua figura tornou-se ainda conhecida e apreciada no nosso meio também pelo contributo que deu, como atleta, ao Desportivo do Arco de Baúlhe, na posição de guarda-redes destemido e de reconhecido valor futebolístico.
Pela sua vida de trabalho e sacrifício, entrega e dedicação que dignificaram a sua profissão e o clube da sua terra, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, deliberou por unanimidade, no ano de 2000, agraciar este cidadão, atribuindo-lhe a Medalha Municipal de Bons Serviços, Grau Prata.
O seu desaparecimento representa por isso, uma triste perda para a famíia e amigos, mas também para o Arco de Baúlhe e para o concelho, motivo pela qual a Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto, decidiu aprovar um voto de pesar e dele dar conhecimento nos órgãos de comunicação social.

Regulamentos foram apreciados

Na última reunião, a Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto, apreciou ainda alguns dos documentos enviados pela Câmara Municipal para conhecimento e/ou votação. Neste âmbito foi aprovado por unanimidade, o Regulamento do Centro de Documentação do Museu das Terras de Basto, um documento que fixa as condições de acesso ao acervo documental existente naquele equipamento cultural concelhio, inaugurado em Maio de 2004. Da mesma forma aprovou a alteração apresentada ao Regulamento Municipal de Urbanização e Edificação do concelho de Cabeceiras de Basto, que ajusta alguns procedimentos até então definidos, às normas em vigor.
Na reunião, a Assembeia Municipal, aprovou igualmente as propostas de alteração apresentadas no âmbito dos Planos de Urbanização das vilas de Arco de Baúlhe e de Cabeceiras de Basto, tendo em visa torná-los mais homogéneos.
Por fim, foi ainda aprovado por maioria, com 5 votos contra, a alteração à Tabela de Taxas, Tarifas e Licenças Municipais para 2012. Uma proposta que implica por um lado, efectuar as actualizações decorrentes da lei e por outro, a alteração em quatro pontos da Tabela, que se prendem com a cobrança de taxas referentes a serviços que já não são da competência municipal.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.