Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 07-11-2011

SECÇÃO: Reportagem

Cabeceirense de 13 anos é Campeão Nacional de Motocross

Campeonato Nacional - prova disputada em Fernão
Campeonato Nacional - prova disputada em Fernão
Sonha com as pistas de alta competição americanas e a primeira etapa foi conquistada.
Aos 13 anos de idade, Diogo Graça ergueu o seu primeiro grande troféu ao sagrar-se Campeão Nacional de MotoCross na categoria de Iniciados.
A final do Campeonato Nacional disputou-se na pista de Cedros na Ilha do Faial (Açores) no passado dia 8 de Outubro, onde o piloto Diogo Graça venceu as duas mangas e celebrou a vitória. “É uma sensação boa”, confessou o jovem piloto, satisfeito com a sua prestação na final do campeonato.
Amante das duas rodas desde os 4 anos de idade, Diogo Graça desde cedo se aventurou nos montes com o pai e, mais tarde, sozinho. Nem mesmo a perna e braços partidos pararam Diogo, que se mostra hoje satisfeito por ter conseguido chegar ao pódio na sua modalidade.
Diogo revelou desde criança um gosto pelo motocross, o que lhe valeu a primeira mota – uma Yamaha PW80 – oferecida pelo pai, que sempre o apoiou e acompanhou o seu percurso.
“Quando aprendi a conduzir o meu pai decidiu-se: comprou-me uma mota inscreveu-me numa corrida”. Com apenas 13 anos, Diogo Graça já participou em inúmeras provas em Portugal e em Espanha e, no próximo ano, o objectivo é correr no campeonato de Juniores. “Ainda sou novo mas vou tentar estar à altura do próximo campeonato”, prometeu, afirmando que o seu sonho “é fazer carreira no motocross”.
Diogo Graça e os seus troféus em casa, no Arco de Baúlhe
Diogo Graça e os seus troféus em casa, no Arco de Baúlhe
Actualmente a frequentar o 7.º ano de escolaridade, Diogo tenta conciliar a escola com os treinos da melhor forma possível.
“Durante a semana é para estudar. À sexta-feira à noite faço os trabalhos de casa e ao sábado e domingo só penso em motas”, revelou o jovem piloto que pretende concluir o 12.º ano.
Os amigos de escola apoiam-no e “alguns também já querem aprender a andar de mota”, contou o jovem campeão, que se “tem esforçado ao máximo”, mesmo quando as condições climatéricas são adversas.
Inspirado pelos patrocinadores, família e amigos, Diogo começou este ano a frequentar a Escola Hugo Santos, dirigida pelo Campeão Nacional Supercross, Hugo Santos, actual treinador de Diogo Graça.
Final do Campeonato Nacional de Motocross/Iniciados, na ilha do Faial
Final do Campeonato Nacional de Motocross/Iniciados, na ilha do Faial
“O Diogo é uma jovem promessa”, garantiu o treinador, que iniciou o trabalho com o jovem “numa altura em que ele tinha muitos vícios”. De acordo com Hugo Santos, Diogo Graça “pode evoluir bastante na modalidade, tendo já dado provas do seu talento ao arrecadar o título de campeão nacional”. E acrescentou: “este foi a ano de estreia da escola e foi com o esforço e o trabalho de todos que conseguimos chegar ao pódio”.
“Comparado com outras modalidades, o motocross é completamente nulo, uma explicação que se deve também falta de divulgação nos meios de comunicação social. O que nós podemos fazer é continuar a divulgar a nossa modalidade e as provas através das redes sociais, que são os meios que temos ao nosso dispor”, rematou Hugo Santos.

Campeonato Nacioal - Prova disputada em Águeda
Campeonato Nacioal - Prova disputada em Águeda
Patrocínios
O piloto Diogo Graça tem como patrocinadores a Garagem Central de Vermoim e a Campitubos (Vila Nova de Famalicão); a Moto Súcia e a Bombas Petro-Baúlhe (Cabeceiras de Basto); e a Escola Hugo Santos, contando ainda com o apoio da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, do Arco Rotações Clube, dos familiares e amigos.
De salientar que o Arco Rotações Clube é uma das entidades que apoia o jovem Diogo Graça, que foi também este ano apoiado monetariamente pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, através daquela associação.
Prova de Motocross em Gondifelos (V. Nova Famalicão)
Prova de Motocross em Gondifelos (V. Nova Famalicão)
Depois de agradecer a todas as pessoas que têm acompanhado o Diogo Graça, desde os patrocinadores, à família e amigos, o treinador apelou “à população da região para que apoie o jovem piloto”, que espera um dia chegar “ao topo no campeonato da América”.
Reconhecendo que tem “vivido experiências extraordinárias que nunca pensou viver na vida”, o jovem prometeu continuar a trabalhar para levar o nome de Cabeceiras de Basto além fronteiras.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.