Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 07-11-2011

SECÇÃO: Informação

Empresários Cabeceirenses sensibilizados para estudo sócio-económico concelhio

foto
A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto iniciou no dia 24 de Outubro, um conjunto de reuniões com os empresários locais, com o intuito de lhes apresentar a intenção do Município em efectuar um estudo sócio-económico do concelho, estudo esse para o qual é fundamental a colaboração das empresas.
A reunião, que decorreu na sala de sessões da Assembleia, foi presidida pelos presidentes da Câmara e Assembleia Municipal, Eng.º Joaquim Barreto e Dr. China Pereira, respectivamente, tendo reunido mais de 20 empresários.
O estudo sócio-económico do concelho Cabeceirense terá em conta as informações relativas à actividade das empresas, o número de trabalhadores, o tipo de negócio, o tipo de clientes, entre outros itens de interesse.
O estudo justifica-se pela necessidade de conhecer melhor o tecido empresarial local, assim como as necessidades formativas e de mão-de-obra existentes em Cabeceiras de Basto.
De salientar que o estudo será feito através da elaboração de inquéritos junto das empresas por um técnico da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto.
Para além dos assuntos relacionados com o estudo que o Município pretende levar avante, foi ainda dado a conhecer aos empresários a existência do Gabinete de Apoio ao Investidor, assim como a sua disponibilidade em prestar todo o tipo de informações necessárias no que toca aos apoios e incentivos à actividade empresarial, como é o caso do fundo Basto Investe.
O Fundo de Desenvolvimento Empresarial Basto Investe (Finicia) é um produto de crédito destinado a apoiar projectos de investimento desenvolvidos por micro e pequenas empresas no concelho de Cabeceiras de Basto.
Robustecer o tecido empresarial, estimular o investimento das micro e pequenas empresas e melhorar os produtos e/ou serviços prestados na modernização das instalações e equipamentos são os objectivos do Basto Investe, que garante um montante máximo de financiamento de 45 mil euros. De referir que o Município Cabeceirense integra este fundo com 20% do capital.
Para investimentos a realizar por empresas já constituídas, o montante de financiamento pode atingir os 100%, enquanto que para as empresas a constituir, o investimento pode ser financiado até 85%.
Note-se, ainda, que a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, onde funciona o Gabinete de Apoio ao Investidor, disponibiliza aos empresários e empreendedores apoio e acompanhamento na elaboração das candidaturas.
Os empresários a reunir nos Paços do Concelho foram os pioneiros da lista que se encontra organizada por ordem alfabética.
Na oportunidade, o presidente da Câmara Municipal, Eng.º Joaquim Barreto, falou da aposta do Município nas Zonas Industriais, tendo sido dadas a conhecer as condições de venda dos lotes nos diferentes Parques Industriais existentes no concelho de Cabeceiras de Basto.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.