Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 07-11-2011

SECÇÃO: Informação

Mútua de Basto/Norte entrega 198 diplomas

Virgínia Teixeira e Miguel Batista deixaram o seu testemunho
Virgínia Teixeira e Miguel Batista deixaram o seu testemunho
Diplomas são Nova Oportunidade para Cabeceirenses

Cento e noventa e oito certificados foram entregues no dia 28 de Outubro, pelo Centro Novas Oportunidade (CNO) da Mútua de Basto/Norte, no âmbito do Processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC).
Fruto do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo CNO da Mútua de Basto, 198 cidadãos puderam completar o 4.º, 6.º, 9.º e 12.º ano de escolaridade. Para além dos certificados RVCC, foram ainda entregues 60 ‘Diplomas TIC’, fruto da frequência no Clube de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) que o CNO da Mútua promoveu em complemento com o Processo de RVCC.
A cerimónia, que juntou centenas de candidatos e seus familiares, decorreu na Sala Multiusos do Mercado Municipal de Cabeceiras de Basto.
Perante a numerosa plateia, subiram ao palco o presidente da Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto, Dr. China Pereira, o presidente da direcção da Mútua de Basto/Norte e presidente da Câmara Municipal, Eng.º Joaquim Barreto, a directora do CNO da Mútua de Basto, Dra. Irene Fontes, o vereador da Educação, Dr. Domingos Machado e o sub-delegado regional do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), Eng.º Miguel Venâncio.
À entrega de diplomas associaram-se, ainda, o director do Centro de Emprego de Basto, a directora do Pólo de Formação Profissional de Basto, o director do Externato de S. Miguel de Refojos, a directora do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, as administradoras da Emunibasto e Basto Vida, assim como os presidentes das Juntas de Freguesia e os representantes das empresas que promoveram o processo de RVCC.
No arranque da cerimónia de entrega de certificados do CNO da Mútua, dois candidatos partilharam as suas experiências com a restante plateia, dando conta do “papel importantíssimo que a Equipa Técnico-Pedagógica do CNO da Mútua” teve nos seus processos de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências.
Virgínia Teixeira, 60 anos, residente em Cabeceiras de Basto, confidenciou que “por iniciativa da filha” se inscreveu no Centro Novas Oportunidades.
“Esta nova caminhada foi muito importante para mim pois adquiri novos conhecimentos e aprendi com todos os colegas. Sinto-me, aos 60 anos, uma mulher realizada pois concluí o 9.º ano de escolaridade”, destacou.
O Presidente da Mútua felicita uma das candidatas e entrega-lhe o certificado
O Presidente da Mútua felicita uma das candidatas e entrega-lhe o certificado
Miguel Batista, 39 anos, residente na freguesia da Faia, decidiu “abraçar as Novas Oportunidades para conseguir completar o nível secundário” e assim valorizar-se pessoalmente.
“Aconselho vivamente os presentes a aproveitarem a possibilidade de adquirir novas competências para comprovar e demonstrar que temos um conjunto de potenciais que ainda não foram expostos e que merecem ser reconhecidos”, afirmou, acrescentando que “o processo de RVCC é o responsável pelo despertar das qualidades e capacidades que ignorava”.
E finalizou: “não pretendo parar por aqui. A busca de novos conhecimentos, competências e aprendizagens só acabará para mim quando eu deixar de existir”.
Na sua intervenção, o presidente da Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto, Dr. China Pereira, elogiou os candidatos pelo trabalho realizado no âmbito do Processo de RVCC.
“A formação das pessoas é muito importante para a qualificação profissional”, realçou China Pereira, desejando que as habilitações adquiridas aumentem a auto-estima e o sentimento de felicidade” em todos os 198 formandos certificados.

Uma aposta na valorização das pessoas

A Directora do CNO, Irene Fontes entrega diploma
A Directora do CNO, Irene Fontes entrega diploma
Depois de felicitar a plateia, o presidente da direcção da Mútua de Basto/Norte e presidente da Câmara Municipal, Eng.º Joaquim Barreto, assegurou que o trabalho realizado em parceria e em colaboração dá resultados: “as pessoas saem mais valorizadas e com maiores capacidades de inserção no mercado do trabalho”, atestou.
Desejando a todos “as maiores felicidades”, Joaquim Barreto garantiu que a população poderá contar com toda a colaboração da Mútua no âmbito do Processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências.
No final, o mesmo responsável agradeceu o empenho da directora e da equipa do CNO, que tem conseguido dar resposta ao desafio de aumentar a qualificação da população da região de Basto.
A Associação Mútua de Basto/Norte, que desenvolve a sua actividade desde 1988 no apoio à actividade agrícola, abraçou a formação profissional como um dos objectivos fundamentais para contribuir para a qualificação e valorização do potencial humano.
Com a criação das Novas Oportunidades, a Mútua foi uma das entidades acreditada com um Centro Novas Oportunidades. Assim, tornou-se um portal de entrada onde qualquer cidadão pode completar a sua formação escolar.
O CNO da Mútua de Basto/Norte arrancou em Cabeceiras de Basto no ano de 2008. Actualmente, o Centro Novas Oportunidades, que abrange os concelhos de Cabeceiras de Basto, Ribeira de Pena, Mondim de Basto e Vieira do Minho, conta com um total de 2760 inscritos, tendo já entregue 687 diplomas/certificados.
Das 198 pessoas ontem certificadas, 189 pertencem ao concelho de Cabeceiras de Basto, quatro ao concelho de Celorico de Basto, quatro ao concelho de Ribeira de Pena e uma pessoa ao concelho de Mondim de Basto.
No nível Básico, 67% dos formandos são mulheres e os restantes 33% são homens. No Secundário, a tendência mantém-se registando-se 55% de mulheres e 45% de homens.
No que toca à distribuição por freguesias, Refojos, Basto, Arco de Baúlhe, Alvite e Riodouro são as localidades que mais se destacaram no concelho de Cabeceiras de Basto.
No que respeita à distribuição por profissões nos activos, as áreas que lideram são a construção civil, a confecção e os serviços, enquanto nos inactivos imperam a área da confecção, doméstica, agricultura e comércio.
Dos 198 certificados entregues pelo CNO Mútua de Basto/Norte, 53% dizem respeito a desempregados, 45% a empregados e 2% a reformados.
O grande objectivo do Centro Novas Oportunidades é assegurar a todos os cidadãos, que já atingiram a maioridade, a possibilidade de aumentarem as suas habilitações.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.