Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 17-10-2011

SECÇÃO: Informação

Voto de Pesar pelo falecimento do Major-General Rui Teixeira

Major - General Rui Teixeira
Major - General Rui Teixeira
A Câmara Municipal decidiu aprovar um Voto de Pesar pelo falecimento, no dia 28 de Setembro de 2011, do Major-General Rui Alexandre Cardoso Teixeira.
Trata-se de um cidadão cabeceirense nascido a 11 de Dezembro de 1946, nesta Vila e que após frequentar o Externato de S. Miguel de Refojos, ingressou na Academia Militar, em Lisboa.
Ao longo da sua vida profissional serviu o Exército Português, tendo sido Comandante do Campo Militar de Santa Margarida e do Quartel das Caldas da Rainha (Escola de Sargentos do Exército) entre outros Comandos que exerceu.
Serviu também a Guarda Nacional Republicana tendo sido Chefe do Estado Maior daquela força militarizada entre 2003 e 2005. Foi ainda Professor do Instituto de Altos Estudos Militares e Director da Revista da GNR. Cumpriu igualmente, na Bélgica, durante três anos, uma Missão ao serviço das Nações Unidas. Entre muitas outras condecorações que recebeu, em 18 de Janeiro de 2006 foi agraciado pelo Ministro da Administração Interna com a Medalha de Ouro de Serviços Distintos de Segurança Pública.
O Major-General Rui Alexandre Cardoso Teixeira foi por isso, dos Cabeceirenses que atingiu o mais alto posto da hierarquia do Exército Português, assim honrando e prestigiando o Município de Cabeceiras de Basto. O seu desaparecimento inesperado representa uma grande perda para a família e amigos, para as Instituições que serviu em nome da Pátria e também para o concelho que o viu nascer, motivo pela qual a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto deliberou apovar um voto de pesar pelo seu falecimento.
Nesta reunião, o executivo decidiu ainda assinar um protocolo de colaboração no âmbito do projecto ‘O meu Eco-sistema’ com o Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente Nacional.
Por fim, a Câmara Municipal decidiu aprovar as normas gerais de funcionamento do Centro de Documentação que funciona no Museu sas Terras de Basto, assim como, adjudicar a elaboração do projecto de execução para o Parque Empresarial do Arco de Baúlhe, à firma ‘Bernardo & Bernardo’ pelo valor global de 30.504 euros.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.