Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 03-10-2011

SECÇÃO: Informação

Festas de S. Miguel e Agro-Basto registaram enchente

Majestosa procissão percorreu as principais ruas da vila
Majestosa procissão percorreu as principais ruas da vila
zeram a festa ao longo de dez dias em Cabeceiras de Basto, vila que acolheu as majestosas Festas em Honra do Arcanjo S. Miguel.
O programa colocou em destaque a realização da 35.ª edição da Agro-Basto – Exposição/Feira das Actividades Económicas de Basto, um certame que procura ano após ano adaptar-se às novas realidades sócio-económicas e que contou com a presença de mais de uma centena de expositores do concelho, mas também de outros pontos do país. A Agro-Basto dinamizou um importante palco de “negócios” em diferentes ramos, registando a adesão de milhares de visitantes.
Na abertura do certame, o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, disse estar atento às necessidades da população, procurando intervir e apoiando os diversos agentes por forma a que sejam criadas as condições para fixar as pessoas, atrair investimento e combater a desertificação.
Para além dos produtos locais, o certame promoveu o artesanato, a gastronomia, o turismo ambiental entre outras actividades e serviços potenciadores da economia local.

Majestosa procissão

A Missa Solene em Honra do Padroeiro, celebrada em Dia de Feriado Municipal (29 de Setembro) na Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, foi este ano presidida pelo Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, que atraiu àquele templo centenas de fiéis, que puderam também ouvir tocar o órgão de tubos, datado de 1770, agora recuperado e cujo toque foi possível ouvir durante a eucaristia.
Vinte e sete andores e centenas de figurados deram corpo à majestosa procissão em honra de S. Miguel. Milhares de devotos associaram-se à manifestação religiosa, que percorreu as ruas desta vila Cabeceirense, ponto alto das Festas do concelho que chegaram ao fim no passado dia 30 de Setembro.
A entrada da Fanfarra dos Bombeiros Cabeceirenses na Praça assinalou o início da procissão que além dos Presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, respectivamente Eng.º Joaquim Barreto e Dr. Serafim China Pereira, dos vereadores, do Presidente da Junta de Freguesia de Refojos, dos responsáveis pela Comissão de Festas, contou também com a presença do Presidente do Município de Neuville-Sûr-Saône, de França, Jean-Claude Ollivier, terra com a qual Cabeceiras de Basto se encontra geminada há mais de uma década.
O programa festivo contou, ainda, com as Bandas de Música de Cabeceiras de Basto e de Gueifães, da Maia, que se apresentaram aos autarcas, bem como ao numeroso público presente na Praça da República.
As corridas de cavalos, as chegas de bois, os cantares ao desafio, o folclore, as concertinas, o cortejo etnográfico, o concurso pecuário e as actuações musicais, nomeadamente dos ‘Canta Brasil’ e do artista ‘Quim Barreiros’ atraíram milhares de jovens com grande entusiasmo.



© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.