Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 25-07-2011

SECÇÃO: Destaque

Feira do Cavalo encerra com saldo positivo

Cavaleiros preparam-se para o Campeonato Regional de Equitação de Trabalho
Cavaleiros preparam-se para o Campeonato Regional de Equitação de Trabalho
Chegou ao fim, no dia 24 de Julho, mais uma edição da Feira do Cavalo, um certame organizado pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e pela empresa Emunibasto, que decorreu no Centro Hípico de Vinha de Mouros.
Dez coudelarias, oito associações ligadas à actividade equestre e 18 expositores de artesanato e produtos locais cativaram as várias faixas da população, assim como, as provas equestres que atraíram centenas de pessoas ao Centro Hípico.
Depois das provas de ensino e maneabilidade do Campeonato Regional de Equitação de Trabalho no sábado, realizou-se no dia 24 de Julho, a prova de velocidade, tendo sido apurados os vencedores regionais da modalidade. A tarde ficou ainda marcada pela Final da Taça do Norte de Atrelagem, pelo Concurso Oficial de Modelo e Andamentos – Cavalo Puro-sangue Lusitano e pela Gincana Equestre com os alunos do Centro Hípico.
Dez coudelarias promoveram actividade equestre
Dez coudelarias promoveram actividade equestre
No final foram entregues os prémios aos vencedores.
As bancadas do picadeiro interior do Centro Hípico encheram-se, no dia 23 de Julho, para o espectáculo teatral ‘Vira a Vida’, que contou com a participação de mais de 200 actores e figurantes do concelho, aos quais se associaram a Banda Cabeceirense, os Cavaquinhos da Raposeira e o Rancho Folclórico de Arosa.
Comitiva visitou expositores
Comitiva visitou expositores
Protagonizada pelos actores do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, a encenação pretendeu construir com ficção o imaginário da vontade de transformação de um povo, gentes do mundo rural que, aos poucos, foram contaminadas pela urbanidade e costumes modernos – um verdadeiro mundo novo.
Produtores locais associaram-se à Feira do Cavalo
Produtores locais associaram-se à Feira do Cavalo
De salientar que o êxito alcançado pela Feira do Cavalo resulta do trabalho que vem sendo desenvolvido pela Câmara Cabeceirense em prol da valorização e da promoção das raças autóctones, quer criando condições físicas, quer dinamizando actividades ou promovendo espaços de debate, que valorizem o sector equestre. Exemplo disso foi a construção do Centro Hípico, uma mais-valia para o concelho e para a região, quer em termos turísticos, quer em termos de desenvolvimento económico. Recorde-se que o cavalo está tradicionalmente associado a esta terra de Basto e por isso têm sido desenvolvidos projectos capazes de gerar dinâmicas e potenciar quer o Centro Hípico, quer o Hipódromo Municipal, localizado na Serra do Oural, na freguesia de Abadim, deste concelho.
Para a autarquia este é um sector que pode ser uma importante fonte de atracção e de desenvolvimento do turismo local, que toca áreas como, os tempos livres, o desporto, o sector económico, social e cultural, vertentes associadas aos cavalos,   que se pretende continuar a potenciar.


Presidentes da Câmara e Assembleia Municipal presidiram à inauguração do certame
Presidentes da Câmara e Assembleia Municipal presidiram à inauguração do certame

Asininos dispõem de instalações próprias no Centro Hípico
Asininos dispõem de instalações próprias no Centro Hípico

Lotação esgotada na peça de teatro Vira a Vida
Lotação esgotada na peça de teatro Vira a Vida

Campeonato Regional de Equitação de Trabalho - Prova de Velocidade
Campeonato Regional de Equitação de Trabalho - Prova de Velocidade


















© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.