Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 11-04-2011

SECÇÃO: Informação

Centro Escolar do Arco de Baúlhe na recta final

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, visitou no dia 22 de Março, as obras de construção do Centro Escolar do Arco de Baúlhe. O edil fez-se acompanhar do presidente da Junta de Freguesia do Arco de Baúlhe, Armando Duro, e da presidente da Comissão Administrativa Provisória do Agrupamento de Escolas, Dra. Céu Caridade.

Centro Escolar abre portas no próximo ano lectivo
Centro Escolar abre portas no próximo ano lectivo
O edifício, que se encontra em fase de conclusão, irá dispor de oito salas de aula (todas equipadas com quadros interactivos), polivalente, uma sala para informática e outra para as artes plásticas, espaços de estudo e de estar e ainda três gabinetes de trabalho.
Depois de concluídos todos os arranjos exteriores e instalados os equipamentos informáticos e material didáctico, a obra representa um investimento global na ordem dos 1,5 milhões de euros.
O Centro Escolar do Arco de Baúlhe vai abrir portas no arranque do próximo ano lectivo.
O edifício que dispõe de amplos espaços e beneficia de iluminação natural tem dois pisos e conta com dois elevadores necessários a satisfazer as necessidades de pessoas portadoras de deficiência.
Trata-se de um investimento que é feito nas pessoas e no futuro, que uma vez concretizado permitirá a ligação entre diferentes graus de ensino, fomentando por isso a criação de laços e de proximidade entre os alunos que frequentam distintos ciclos de ensino.
Comitiva visitou obras do Centro Escolar do Arco de Baúlhe
Comitiva visitou obras do Centro Escolar do Arco de Baúlhe
Mais um investimento feito na educação, que é importante, não só para a comunidade educativa, como também para a própria vila arcoense.
Este Centro Escolar a edificar no Arco de Baúlhe é o segundo construído de raiz no concelho e está enquadrado no reordenamento previsto na Carta Educativa aprovada para o Município de Cabeceiras de Basto no âmbito da reforma em curso levada a cabo pelo Ministério da Educação.
A Carta de Educativa é um documento que privilegia a construção de infra-estruturas modernas com recurso às novas tecnologias, criando condições capazes de dar mais respostas aos alunos, professores e encarregados de educação.
De referir que esta estratégia visa orientar o sistema educativo em função do desenvolvimento económico e sócio-cultural concelhio, com maior incidência ao nível dos primeiros ciclos do ensino, através de um reordenamento da rede escolar de forma gradual, tendo em vista garantir melhores condições de aprendizagem e ensino.
Recorde-se que a Carta Educativa respiga um conjunto de propostas e soluções que são o culminar de um trabalho realizado ao longo dos últimos anos [desde 2005], envolvendo vários agentes ligados ao sector da educação tendo por base o diagnóstico dos principais problemas educativos do concelho. A Carta Educativa é, por isso, um importante documento, pensado à luz das novas realidades demográficas do território, das condições sócio-económicas e da concretização do conceito de “escola a tempo inteiro”, para todas as crianças.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.