Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 11-04-2011

SECÇÃO: Informação

Adriana Ferreira agraciada com Voto de Louvor da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto

“Génio” da flauta prestigiado na Casa da Música de Cabeceiras de Basto


A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto reconheceu no dia 28 de Março, na Casa da Música, os sucessos alcançados pela flautista Adriana Ferreira, recentemente agraciada com o primeiro prémio do 4.º Concurso Internacional Carl Nielsen, na Dinamarca.

Joaquim Barreto entregou voto de louvor a Adriana Ferreira
Joaquim Barreto entregou voto de louvor a Adriana Ferreira
O mérito e empenho da jovem instrumentista, que se iniciou na Música aos seis anos de idade e aos nove integrou a Banda Cabeceirense, levaram a Câmara Municipal a aprovar um Voto de Louvor, Congratulação e Regozijo pelo êxito alcançado pela jovem ao conquistar o primeiro prémio em muitas provas de prestígio internacional. São galardões que contribuem para a promoção e valorização da música, ao mesmo tempo que reforça o prestígio e a imagem de Cabeceiras de Basto além fronteiras.
“O esforço, dedicação e empenho são feitos notáveis que orgulham e honram todos os Cabeceirenses”, lê-se no texto da deliberação de atribuição do Voto de Louvor.
Aos 20 anos de idade e com um currículo e percurso notáveis, a Cabeceirense, natural de Refojos, soma inúmeros prémios internacionais, estando neste momento a frequentar, ao abrigo do programa Erasmus, a Escola Superior de Música Hanns Eisler de Berlim, na Alemanha. Paralelamente, está a tirar a Licenciatura em Musicologia na Universidade Paris-Sorbonne, em França. É bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian.
No decorrer da cerimónia, o presidente da Câmara Municipal, Eng.º Joaquim Barreto, enalteceu aqueles que se vão distinguindo nas mais diversas áreas de intervenção e dirigindo-se à homenageada afirmou: “Adriana tens futuro e temos a certeza que vais prosseguir esse caminho. Dignificas o teu concelho, os teus professores, a tua família, mas também a Banda Cabeceirense por onde passaste com grande notoriedade”.
Mostrando-se “orgulhoso e honrado”, Joaquim Barreto elogiou a capacidade da jovem flautista “em lutar pelos seus objectivos sempre com a mesma humildade” que a caracteriza.
“Que o gesto da Câmara ao atribuir o Voto de Louvor à Adriana seja interpretado pelos jovens da Banda Cabeceirense como um estímulo”, destacou o edil, assegurando ainda que “a Banda é uma escola de formação cívica onde, para além da música, se valoriza a cidadania”.
Agradecendo a todos o Voto de Louvor, Adriana Ferreira salientou que “a música clássica devia fazer parte da formação das crianças e jovens” para a obtenção de uma educação mais rica e variada.
No final, a homenageada mostrou-se “muito satisfeita com a atribuição do prémio que vem reconhecer o trabalho realizado ao longo dos últimos anos”, sublinhando que “foi uma grande surpresa receber tal distinção” da Câmara de Cabeceiras de Basto.
“Quase nunca na música clássica são reconhecidos méritos e hoje saio daqui muito satisfeita e com vontade de continuar o meu trabalho”, adiantou.
Nas suas intervenções, o presidente da direcção da Banda Cabeceirense, Dr. Maia Ramos, e o maestro Armindo Nunes enalteceram o talento da jovem, considerando-a mesmo “um génio”.
Também o presidente da Junta de Freguesia de Refojos, Francisco Alves, falou do “orgulho e prestígio” em poder associar-se a esta homenagem à jovem Adriana Ferreira, natural da sua freguesia e aos pais deixou uma palavra de alento: “continuem porque vale a pena”.
Referindo-se à graciosidade e beleza da actuação da flautista, o presidente da Assembleia Municipal, Dr. Serafim China Pereira, garantiu: “o teu nome Adriana será reconhecido por todos os Cabeceirenses”.
De salientar que a cerimónia foi promovida pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto com o apoio da Banda Cabeceirense e da Junta de Freguesia de Refojos.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.