Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 06-12-2010

SECÇÃO: Informação

Executivo aprova Plano de Actividades e Orçamento da Cooperativa Basto Vida

Na última reunião de Câmara, o executivo municipal decidiu aprovar o Plano de Actividades e Orçamento da Basto Vida – Serviços de Acção Social e Cuidados de Saúde, Cooperativa de Interesse de Responsabilidade Limitada.

foto
Trata-se de um documento que reflecte as actividades previstas para o ano de 2011 e que tem afecto um orçamento no valor de 320.000,00 euros.
Recorde-se que a Basto Vida é uma estrutura recém constituita com o objectivo de garantir a prestação de serviços de interesse geral e a promoção do acesso dos cidadãos a bens e serviços essenciais, designadamente o apoio social e cuidados de saúde.
Nos documentos aprovados, é assim, manifesto o plano de acção da Cooperativa Basto Vida, que assenta em dois vectores de intervenção, nomeadamente, acção social e saúde. O primeiro eixo – acção social - visa promover um trabalho social assente numa estratégia de desenvolvimento e coesão social, de que se destaca o apoio à terceira idade e às crianças e jovens, a dinamização de espaços de convívio e de lazer, a realização de iniciativas sócio-culturais concelhias, a promoção de iniciativas associadas à comemoração de efemérides temáticas, o planeamento e conhecimento, bem como, a integração no programa da rede social, entre outros.
O segundo eixo de intervenção – saúde - visa implementar e expandir medidas de promoção de cuidados primários de saúde, apostando na prevenção primária, na monotorização e acompanhamento, planeamento e conhecimento, bem como na promoção de várias iniciativas em prol do bem estar dos mais desfavorecidos e com mais idade, contribuindo desta forma, para uma sociedade mais saudável e socialmente mais equilibrada.

Fomentar a consciência colectiva dos problemas sociais

Estas são as linhas mestras da Régie-Cooperativa que pretende fomentar a formação de uma consciência colectiva dos problemas sociais e contribuir para a activação dos meios e agentes de resposta e que tem como objectivos entre outros, promover o acesso da generalidade dos cidadãos a bens e serviços essenciais nas áreas social e da saúde; conceber e desenvolver projectos em domínios específicos de vulnerabilidade social; promover a gestão de equipamentos colectivos e a prestação de serviços de saúde; criar estruturas e prestar serviços de apoio a idosos, crianças ou cidadãos desfavorecidos; bem como promover a saúde pública; prevenir e combater a toxicodependência; promover os investimentos necessários à consolidação e ao desenvolvimento da sua actividade.
Do plano de acção propriamente dito, destaca-se a dinamização, dos Espaços de Convívio e Lazer; do projecto Mais Vida; do Gabinete de Apoio à Família; do Banco Local de Voluntariado; da Loja Social; da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Cabeceiras de Basto; da Rede Social de Cabeceiras de Basto; do Posto Móvel de Atendimento ao Cidadão; dos Serviços de Higiene Oral; dos serviços de Audiologia, dos programas Equovida e Hidroterapia; assim como, da promoção de iniciativas sócio-culturais como a Festa da Saúde e da Solidariedade, o convívio social ‘Mais Vida’, a Festa de Natal do Município e a dinamização de um conjunto de acções de cariz social a levar a cabo durante o mês de Dezembro.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.