Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 04-10-2010

SECÇÃO: Informação

Ministro da Economia inaugurou Agro-Basto
34ª Exposição/Feira de Actividades Económicas de Basto

O edil Cabeceirense e o Ministro da Economia saúdam os expositores
O edil Cabeceirense e o Ministro da Economia saúdam os expositores
A Agro-Basto – 34ª Exposição/Feira de Actividades Económicas de Basto, abriu as suas portas ao público no dia 24 de Setembro, numa cerimónia onde estiveram presentes o Ministro da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento, Dr. José António Vieira da Silva, os Presidentes da Câmara e Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto, respectivamente, Engº Joaquim Barreto e Dr. China Pereira, representantes de outros organismos da Região, autoridades locais, demais autarcas e convidados.
A antecipar a visita ao certame, que decorreu até 29 de Setembro nesta vila Cabeceirense, e no qual participaram mais de uma centena de expositores, o Presidente da Câmara, Engº Joaquim Barreto, reforçou a importância desta mostra/feira das actividades económicas de Basto, cuja dinâmica tem sido ao longo dos anos um instrumento impulsionador da coesão das terras e do desenvolvimento integrado da economia regional.
O Ministro da Economia foi recebido com Guarda de Honra dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses
O Ministro da Economia foi recebido com Guarda de Honra dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses
O presidente da Câmara de Cabeceiras de Basto sublinhou ainda que esta iniciativa beneficia da realização simultânea das festas de S. Miguel, que atraem a esta vila muitos milhares de forasteiros.

Agro-Basto é montra privilegiada

A Agro-Basto é ainda, para o edil Cabeceirense, uma montra privilegiada para a promoção dos produtos locais, especialmente as raças autóctones, mas também o turismo ambiental, a gastronomia e o artesanato, procurando aliar tradição e inovação, não esquecendo a identidade desta terra e a sua matriz rural.
De visita ao stand da Câmara, o Ministro da Economia inteirou-se da obra feita e dos projectos para o concelho
De visita ao stand da Câmara, o Ministro da Economia inteirou-se da obra feita e dos projectos para o concelho
Em Cabeceiras de Basto, queremos a diversidade, a modernidade e a identidade, realçou o autarca que, na oportunidade, se mostrou preocupado com o desemprego que assola a região, o país e o mundo, mas também optimista para ultrapassar esta fase, procurando inovar, atrair novos investimentos, criando parques empresariais, lançando condições especiais para os jovens investirem, fixando as pessoas, combatendo a desertificação e atraindo gente para esta terra de Basto. Lembrou que Cabeceiras se encontra no coração do norte de Portugal, dispondo de boas acessibilidades que a ligam aos grandes centros urbanos e a Espanha, colocando-se assim, na rota das vias europeias. Referiu que Cabeceiras de Basto, dispõe de um conjunto de potencialidades diferenciadoras, de projectos inovadores, de recursos, como são a floresta entre outros, cuja valorização e optimização contribuirá certamente para gerar postos de trabalho, lembrando a este propósito o projecto da Central de Biomassa que o concelho almeja há vários anos. Potencialidades e projectos que visam o desenvolvimento concelhio assente numa estratégia sustentável, equilibrada e integrada que abrange todos os sectores de actividade.
Na oportunidade o Ministro da Economia, que é um cidadão honorário desta terra, enalteceu mais uma iniciativa que reflecte dinâmicas de crescimento e de investimento para fazer face às dificuldades que se enfretam actualmente. É necessário uma convergência de esforços, das pequenas e médias empresas, para gerar mais riqueza e condições para mais desenvolvimento. Esta Exposição reflecte um concelho dinâmico que não baixa os braços e que procura seguir em frente com ambição e vontade de fortalecer a sua comunidade.
Tradição e modernidade conviveram no certame
Tradição e modernidade conviveram no certame
Sublinhe-se que a Agro-Basto ocupa anualmente uma área de 6000m2 e distribui-se pelo espaço coberto do pavilhão multiusos e ainda por uma área ao ar livre, onde estão instalados os stands das máquinas, alfaias agrícolas, veículos automóveis e espaços de exposição pecuária e da fauna da região.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.