Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 12-07-2010

SECÇÃO: Informação

Romeu & Julieta foi um êxito

Faltavam poucos minutos para começar o espectáculo e a sala do Multiusos do Mercado Municipal, enchia-se de familiares, amigos e muito público para assistir à estreia da peça Romeu & Julieta, apresentada pelos alunos da Universidade Sénior AKRIBEIA (UNISA), pólo de Cabeceiras de Basto. Uma iniciativa apoiada pela Autarquia de Cabeceiras de Basto, com entrada livre, que teve lugar no passado dia 25 de Junho e que levou à cena um texto de William Shakespeare, adaptado e encenado por Joaquim Jorge Carvalho.

foto
A apresentação pública desta peça, foi um êxito, facto que deixou o grupo muito satisfeito, não só por se tratar da primeira peça representada, mas também por ser o culminar de muitas horas de trabalho e grande dedicação. Algumas revelações apareceram e o desempenho geral arrancou gargalhadas e muitas palmas do público presente.
De referir que esta peça emergiu da disciplina de Estudos Literários leccionada pelo Prof. Joaquim Jorge Carvalho, aos seus alunos desde o ano lectivo 2008/2009. Durante meses, “visitaram” territórios consabidos de modos e géneros, tais como Júlio Dinis, Fernando Pessoa, Ruy Belo, Manuel António Pina, Saramago, Garret, entre outros. Em 2009/2010, decidiram avançar com a encenação de uma peça de teatro, desta feita Romeu & Julieta – versão sénior, que não é somente uma peça de teatro, é também o porto merecido de uma inteira equipa que se atreveu a sonhar uma viagem difícil apenas – ou principalmente – porque era uma viagem bela, levada a cabo por estes séniores portadores de novidade e de espírito jovem, como pode ler-se na apresentação da mesma.
foto
Este conhecido texto de William Shakespear, serviu de base para abordar a história que se propõe apresentada aos espectadores. O tema principal é a amizade entre dois séniores que por afinidade de espírito se aproximam naturalmente. As famílias zangam-se devido a questões de fanatismo futebolístico. Romeu e Julieta debatem-se com o dilema de não ofender o filho, filha, genro, nora e não perderem tão pouco, a amizade especial que os aproximou um do outro. Pelo meio, há uma sofisticada rival de Julieta que tentará em vão separar o casal.
Uma peça de intriga urdida por Agustina, namorada portuguesa de um Shakespeare actual. Também ela sofre a angústia de ter de encontrar um final justo, e por isso, durante dias inteiros de escrita, duas Musas a visitam constantemente, propondo-lhe diferentes possibilidades de desenlace.
foto
Uma peça que acima de tudo pretende exaltar o valor da amizade, talvez a mais serena, delicada, generosa e perene forma de Amor, que apresentada de forma burlesca proporcionou um agradável e cómico serão, registando o agrado da plateia presente.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.