Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 29-04-2010

SECÇÃO: Informação

Mútua de Basto/Norte abre filial em Vieira do Minho

A Associação Mútua de Basto/Norte inaugurou no passado dia 15 de Março uma filial em Vieira do Minho, onde estiveram presentes o Presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, Dr. Jorge Dantas, o Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e Presidente da Direcção desta Associação, Eng. Joaquim Barreto, entre outros convidados.

O Presidente da Direcção Engº Joaquim Barreto no uso da palavra
O Presidente da Direcção Engº Joaquim Barreto no uso da palavra
Com esta filial, a Mútua pretende levar os seus diversos serviços aos vieirenses, nomeadamente o Apoio ao Agricultor, os Seguros, a Formação Profissional, bem como o Centro Novas Oportunidades e outros serviços. De resto, o Centro Novas Oportunidades já se encontra em Vieira do Minho, em regime de itinerância, desde Setembro de 2009, a desenvolver o Processo de RVCC (Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências), nomeadamente nas freguesias de Guilhofrei, Parada de Bouro, Tabuaças, Salamonde, Vieira, Cantelães e Caniçada. Mais de 300 Candidatos aumentam as suas qualificações, uma ou duas vezes por semana, durante 20 a 30 semanas, na freguesia onde vivem.
Ao mesmo tempo, a abertura de uma filial neste concelho foi uma forma da Mútua de Basto/Norte comemorar o seu 22.º aniversário, assinalado a 17 de Março.
foto
Graças à capacidade visionária de quinze homens, atentos às dinâmicas do país de 1988, bem como às fragilidades das organizações existentes que não satisfaziam as necessidades da população de Basto, criou-se uma Associação de carácter regional para apoiar e prestar serviços, de natureza mutualista, aos agricultores associados. Mas desde muito cedo que as actividades da Mútua de Basto/Norte passaram de um cariz meramente sectorial, para uma intervenção mais abrangente e mais proactiva na promoção de iniciativas de valorização profissional e de qualificação para a cidadania.
Além do alcance regional da Mútua, esta nasceu há 22 anos com uma perspectiva supra-concelhia, capaz de ultrapassar os obstáculos naturais, criando escala e dimensão, unindo esforços e sinergias para uma intervenção mais eficaz.
É neste sentido que nasce esta filial em Vieira do Minho, situada no Largo da Feira, com o objectivo de ser uma mais-valia para os vieirenses, cuja ligação de proximadade com os cabeceirenses é histórica. Dois povos, duas terras que partilham a serra da Cabreira e por isso unidos naturalmente.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.