Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 25-01-2010

SECÇÃO: Informação

NOVO CENTRO ESCOLAR EM REFOJOS ACOLHE 500 CRIANÇAS DO CONCELHO
Com idades distintas mas com vontade de aprender, sonhar, brincar e descobrir.

Todos estes verbos se conjugam na vida de uma criança
O Centro Escolar Padre Dr. Joaquim Santos abriu as suas portas no passado mês de Setembro. Inaugurado depois em 14 de Outubro pela, então Ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues este novo equipamento escolar acolhe 495 crianças, 100 distribuídas por quatro grupos no Pré-Escolar e 395 distribuídas por 18 turmas do primeiro Ciclo. Segundo a directora do agrupamento, Maria do Céu Caridade, o estabelecimento de ensino tem excelentes condições de trabalho, tanto para os professores como para os alunos, considera assim uma mais-valia para o concelho.
“Sou de opinião que as crianças de escolas pequenas beneficiam se frequentarem uma escola maior, pois convivem com mais crianças, a aprendizagem é muito estimulada e sentem mais a competição.”

O Centro Escolar alberga crianças do ensino primário e pré-escolar
O Centro Escolar alberga crianças do ensino primário e pré-escolar
As salas estão equipadas com quadros interactivos, bancadas com água para trabalhos plásticos, ar condicionado e muita luz natural devido às janelas grandes existentes.

“ O Centro Escolar está no limite”

A directora do agrupamento refere ainda, que o “Centro Escolar está no limite, sem capacidade para concentrar mais alunos”. Por isso a autarquia cabeceirense avançou recentemente com o concurso para a requalificação da antiga escola EB1 de Refojos com a finalidade de receber mais oito turmas do primeiro ciclo e quatro do pré-escolar. Quando concluída esta obra já não haverá sobrecarga neste centro.
Os encarregados de educação estão satisfeitos com as novas instalações e com o tratamento dos filhos por parte dos funcionários e professores.
“Tenho duas filhas neste Centro e ambas gostam muito de frequentá-lo”. Diz Alberto Correia.
Este é um sentimento de satisfação mútuo que prevalece entre os pais.
Segundo, Céu Caridade, os funcionários existentes são os necessários.
“ Este Centro Escolar deveria ter 11 assistentes operacionais, mas aquando da abertura apenas oito exerciam funções a tempo inteiro, contudo, foi necessário recorrer a mais quatro assistentes dos Jardins-de-infância com menor frequência para apoiarem o período da tarde.” A estas juntou-se mais uma funcionária colocada pela autarquia através do Centro de Emprego.
O jornal teve conhecimento da existência de uma criança portadora de deficiência motora, e constatou que o Centro Escolar tem uma sala para a Educação Especial, que se situa no primeiro andar, servido por um elevador para os deficientes motores e com casas de banho específicas nos dois pisos.
As crianças estão bem acomodadas nas novas instalações, tendo reunido todas as condições necessárias para o bom aproveitamento escolar.

Liliana Andrade

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.