Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 14-12-2009

SECÇÃO: Informação

Encontros de Teatro

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e a EMUNIBASTO, E.M., com o apoio da ARCA – Associação Recreativa e Cultural do Arco de Baúlhe e do Grupo de Teatro Amador «O Basto» dinamizado pelo Banco Local de Voluntariado, promoveam nos dias 27 e 28 de Novembro, mais uma edição dos Encontros de Basto.
Uma iniciativa que teve como objectivo principal divulgar e dinamizar a arte de representar no concelho, nomeadamente nas freguesias de Arco de Baúlhe e Refojos, através da realização de sessões cénicas a levar a efeito nos próximos dias, proporcionando em simultâneo a todos os amantes da mesma, serões animados por diferentes espectáculos teatrais.

No Auditório da Casa do Povo, no Arco de Baúlhe
No Auditório da Casa do Povo, no Arco de Baúlhe
“O Basto” e “Táxi” foram as duas peças seleccionadas para este ciclo de teatro, que abriu no dia 27 de Novembro, no Auditório Municipal Ilidio dos Santos, com a récita de alguns poemas, já que motivos alheios à vontade do Grupo de Teatro Amador «O Basto», impediram a apresentação da peça inicialmente proposta.
Por sua vez, no dia 28 de Novembro, a GATA – Grupo de Teatro Amador da ARCA, apresentou a peça «Táxi», no Auditório da recém recuperada Casa do Povo do Arco de Baúlhe. O pano subiu pelas 21h30m, naquele espaço cultural e assim, encerrou mais uma edição dos Encontros de Teatro, que contou com numeroso público.
No Auditório Municipal em Cabeceiras de Basto
No Auditório Municipal em Cabeceiras de Basto
Ao que apuramos, esta é uma iniciativa anual agendada no Plano de Actividades Municipal, inserida numa estratégia levada a cabo pela autarquia Cabeceirense e pela Emunibasto, no sentido de dinamizar várias componentes culturais, valorizando-as, tais como o teatro, a arte de representar bem do agrado do público concelhio, divulgando em simultâneo os talentos locais e fomentando a arte cénica.
Por outro lado, o envolvimento das camadas mais jovens neste tipo de acções, dinamiza os espaços públicos e ocupa de forma salutar os tempos livres desta faixa etária da população.
Esta, como outras actividades promovidas pela Câmara Municipal e pela Emunibasto assentam numa lógica de parceria e descentralização, que têm como principal intuito levar junto das pessoas a residir em diferentes localidades, o contacto com outras formas de expressão artística, contribuindo assim para a valorização cultural das gentes desta terra de Basto.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.