Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 14-12-2009

SECÇÃO: Informação

Cecília Carvalho apresentou «Retalhos sem Tempo»

Da autoria da Profª Cecília Carvalho, decorreu no dia 12 de Dezembro, a apresentação pública do livro «Retalhos sem Tempo». Uma obra já lançada em Agosto passado no lugar do Samão, que agora foi divulgada junto do público cabeceirense no Auditório Municipal Ilidio dos Santos.
Amigos, convidados, autarcas e público em geral marcaram presença nesta iniciativa levada a cabo pela Akribeia – Universidade Sénior, com o apoio da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, proporcionando a todos os presentes momentos de grande beleza e de muita emoção.
Na ocasião, o vereador da Cultura, Dr. Domingos Machado, começou por enaltecer esta iniciativa, felicitando a autora que através deste livro de poesia, revela a sua faceta criativa e procura um sentido para as coisas, um sentido para a vida. É por isso o resgate de uma voz que a Autarquia Cabeceirense em boa hora apoiou e que através desta publicação sai do silêncio.
Por sua vez, o Presidente da edilidade, Engº Joaquim Barreto, falou sobre a autora a quem teceu rasgados elogios, pela sua determinação, convição e simplicidade. O papel cívico e interventivo que desempenhou, a sua hospitalidade e a sua sinceridade foram ainda mencionados pelo autarca que recordou os tempos difícieis em que a autora leccionou nos lugares serranos deste concelho. Numa paisagem agreste, a autora encontrou na poesia a sua forma de abordar, entre outros, temas como o amor, a beleza, a família, revelando a sua sensibilidade e bom senso.

O Presidente da Câmara esteve presente na cerimónia
O Presidente da Câmara esteve presente na cerimónia
Um livro cheio de força

Esta cerimónia intimista prosseguiu com uma abordagem à obra, feita pela Professora Doutora Lurdes Nogueira, da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, que não fazendo uma análise literária, falou das emoções que a obra lhe causou. A partir da leitura deste livro, ficou a conhecer a autora para quem a poesia é vida e a vida é poesia. A obra revela uma existência pulvilhada pelo dom de Deus. Um hino à vida. O seu amor pela vida, pelos pais, pela família, pelos netos e pelos filhos, assim como a dor e a sua fé inabalável está patente nestes escritos. É por isso, um livro cheio de força, onde a figura feminina e os seus diversos papéis é enaltecida. Retalhos sem tempo, pedaços da memória, que porporcionam um diálogo intertextual entre o poema e o desenho reveladores de uma forte ligação entre mãe e filha. Há aqui duas linguagens que se cruzam, uma pictórica e outra poética, mas que harmoniosamente convivem. «Retalhos sem tempo» é assim, uma colectânea de poemas, simples, que variam entre o verso solto e o verso que rima, revelando também aqui a harmonia da vida, que aconteceu a ritmos diferentes, mas com a convicção de que vale a pena viver quando se confia.
A autora na sessão de autógrafos
A autora na sessão de autógrafos
A cerimónia terminou envolta de magia, com o dedilhar da guitarra por Elsa Alves e a declamação de alguns dos poemas estampados neste livro, quer pela autora, quer pela docente universitária, quer pelo Dr. Nuno Pires, da Universidade Sénior e cuja beleza partilhamos com os nossos leitores.

O Muro

Tão alto e tão íngreme
Com pedras redondas e bicudas
Grandes amontoados e desiguais
Com farpas pontiagudas.
Pedra a pedra, ia subindo
Tão devagarinho …
Como era dolorosa e cruel
A escalada!...
A primeira etapa foi difícil,
Custosa, desanimadora.
Aluta foi renhida, feroz
Mas venci!
A segunda etapa foi devastadora.,
Levou o meu sangue, a minha força,
O meu movimento…
Mas já passou,
Já venci!
A terceira escalada
Vai ser penosa e complicada
O corpo desgasta,
A alma está cansada, enfraquecida.
Aluta vai ser tenebrosa!
Onde vou buscar forças?
A todos os que me amam
E eu amo também
Em vós, amores da minha alma,
Buscarei energia paz e calma,
Que me darão alento
Para acabar de subir o
Muro íngreme e cruel.
Quando chegar ao alto,
Direi:
Obrigada, meu Deus que me
Destes força para vencer
A escalada!...

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.