Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 23-11-2009

SECÇÃO: Informação

Basto Solidário

O Plano de Actividades e Orçamento da Empresa Basto Solidário – Serviços de Acção Social e Cuidados de Saúde, E.M., S.A. previsto para 2010, foi iguamente aprovado nesta reunião do executivo municipal. Trata-se de um documento que reflecte as actividades previstas para o ano de 2010 e que tem afecto um orçamento de 215.075 euros.
Recorde-se que a Basto Solidário é uma estrutura criada em 2007, com o objectivo de garantir a prestação de serviços de interesse geral e a promoção do acesso dos cidadãos a bens e serviços essenciais, designadamente o apoio social e cuidados de saúde, no âmbito das atribuições e competências fixadas aos municípios.

ECL de Refojos
ECL de Refojos
Segundo informação divulgada, nos documentos ora aprovados, é manifesto o plano de acção da Basto Solidário, que assenta em dois eixos de intervenção, nomeadamente, promover um trabalho social assente numa estatégia de desenvolvimento e coesão social, onde se destaca o apoio à terceira idade, a dinamização dos Espaços de Convívio e de Lazer, a realização de iniciativas sócio-culturais concelhias, a promoção de iniciativas associadas à comemoração de efemérides temáticas, planeamento e conhecimento, bem como, a integração no programa da rede social. O segundo eixo de intervenção, visa implementar e expandir medidas de promoção de cuidados primários de saúde, apostando na prevenção primária, na motorização e acompanhamento, plameamento e conhecimento, bem como na promoção de várias iniciativas em prol do bem estar dos mais desfavorecidos e com mais idade, contribuindo desta forma, para uma sociedade mais saudável e socialmente mais equilibrada.

Promover o acesso dos cidadãos a bens e serviços nas áreas social e da saúde

Estas são as linhas mestras da empresa municipal que tem como objectivos promover o acesso da generalidade dos cidadãos a bens e serviços essenciais nas áreas social e da saúde; conceber e desenvolver projectos em domínios específicos de vulnerabilidade social; promover a gestão de equipamentos colectivos e a prestação de serviços de saúde; criar estruturas e prestar serviços de apoio a idosos, crianças ou cidadãos desfavorecidos; bem como promover a saúde pública; prevenir e combater a toxicodependência; promover os investimentos necessários à consolidação e desenvolvimento da sua actividade.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.