Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 20-07-2009

SECÇÃO: Informação

Câmara de Cabeceiras de Basto apoiou Associação

Imbuída no espírito de fortalecer os laços que ligam os emigrantes à sua terra natal, bem como de promover e divulgar o concelho além fronteiras, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, tem vindo de ano para ano, a apoiar os portugueses que se encontram a tabalhar e a residir no estrangeiro, neste caso em França.

A Câmara de Cabeceiras entregou à Associação um apoio financeiro e material informático, gesto enaltecido pelo presidente de Rives que ficou surpreendido com as valências do cartão do Munícipe
A Câmara de Cabeceiras entregou à Associação um apoio financeiro e material informático, gesto enaltecido pelo presidente de Rives que ficou surpreendido com as valências do cartão do Munícipe
Um apoio que tem sido efectuado, quer através da deslocação dos seus representantes, quer através da participação institucional ou das colectividades cabeceirenses em iniciativas sócio-culturais e económicas organizadas pelas entidades e/ou associações de emigrantes em França.
Neste âmbito, a Câmara Municipal decidiu este ano, apoiar a Associação Grupo Folclórico de Rives, atribuindo-lhe um apoio financeiro no valor de 1250 euro, tendo em vista a judar a custear as despesas inerentes à organização desta iniciativa, para a qual foi convidado o Grupo de Cavaquinhos da Raposeira. Um subsídio que foi entregue aquando da visita à sede da associação, pelo presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Engº Joaquim Barreto. Na ocasião foi igualmente oferecido àquela colectividade de emigrantes, um computador e uma impressora, criando assim condições, para que a partir de França, os emigrantes possam tratar dos seus assuntos com a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, bastando para o efeito, aderir ao Cartão do Munícipe. Esta ideia agradou aos portugueses ali a residir que desta forma vêm a sua vida mais facilitada, mas também aos franceses que consideraram esta uma ideia inovadora e muito interessante.
Ao que apuramos, com estas acções a Câmara Municipal pretende aproximar os emigrantes da sua terra natal, reforçando e agilizando os laços que os unem às suas origens, ao mesmo tempo que promove e divulga as potencialidades desta terra de Cabeceiras de Basto.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.