Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 29-06-2009

SECÇÃO: Informação

Ministro da Administração Interna visitou Cabeceiras de Basto
Assinado Contrato Local de Segurança

O Ministro da Administração Interna, Dr. Rui Pereira, deslocou-se no dia 25 de Junho, a Cabeceiras de Basto, para presidir à cerimónia de assinatura do primeiro e único, na área da GNR, Contrato Local de Segurança (CLS) do distrito, que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, perante autarcas, agentes de segurança, comerciantes e empresários desta localidade.
A assinatura deste CLS marca também o alargamento do Programa Integrado de Policiamento de Proximidade (PIPP) à área de actuação da GNR – Guarda Nacional Republicana, cuja iniciativa se pretende implementar em outros concelhos do distrito. De referir que este PIPP está já em curso em Municípios como Braga, Guimarães, Barcelos ou Vila Nova de Famalicão, mas implementado em zona de intervenção da PSP – Polícia de Segurança Pública.

O Presidente da Câmara assina o primeiro C.L.S. do Distrito
O Presidente da Câmara assina o primeiro C.L.S. do Distrito
Um modelo que apresenta resultados positivos, segundo referiu o Governador Civil do Distrito de Braga, Dr. Fernando Moniz, que na ocasião reconheceu que o PIPP mais não é do que fortalecer uma prática secular e quotidiana da GNR que todos os dias “vigia” com base na proximidade. O Governador Civil disse ainda que o primeiro CLS, na área da GNR, surge em Cabeceiras de Basto mais pela disponibilidade da Autarquia local em valer-se deste instrumento e em promover a segurança e prevenir a criminalidade, do que pelos índices de criminalidade registados no Município.
Elaborar estratégias e planos de acção capazes de promover a segurança e prevenir a criminalidade, são alguns dos objectivos deste Contrato, cujo vector estruturante é o policiamento de proximidade, por enquanto, a restringir-se à freguesia de Refojos de Basto. Uma vez assinado, será efectuado o diagnóstico local da segurança e da insegurança na área definida neste contrato, passando posteriormente à fase de elaboração de planos de acção capazes de dar resposta aos problemas emergentes.

foto
Segurança é um bem de todos

Na ocasião, o Ministro da Administração Interna, Dr. Rui Pereira, disse que “estes contratos locais de segurança espelham bem a política do Governo e do Ministério que tutela, partindo do pressuposto de que a segurança é uma competência do Estado e do Governo”. Considerou ainda, que sendo a segurança “um bem de todos” e perante os novos desafios e riscos que se impõem na sociedade actual, justifica-se também a intervenção de todos, o que legitima o repto lançado às autarquias no sentido de também elas assumirem um papel mais interventivo e de proximidade. Foi neste âmbito que a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto prontamente aceitou o desafio lançado e espera que uma vez concretizado, este contrato dê mais confiança a quem precisa de segurança.

Um agente é um amigo

Da mesma opinião partilhou o edil Cabeceirense, Engº Joaquim Barreto, para quem a Polícia de Proximidade, é a polícia do conhecimento, da identidade, do afecto. Um agente é um amigo do cidadão, mais humano, mas com igual autoridade para agir na resolução dos problemas, encontrando as soluções mais adequadas para o efeito. A assinatura deste Contrato Local de Segurança representa por isso, um passo importante para a segurança das pessoas, que incide no diagnóstico e na prevenção no combate à criminalidade.
Na ocasião, o autarca enalteceu a acção deste Ministério e do Governo Civil de Braga, que considerou atento aos problemas das pessoas e célere em procurar respostas para ajudar a ultrapassar as dificuldades. No decurso desta cerimónia, o Presidente da Câmara manifestou a pretensão do município em receber policiamento a cavalo, já que para o efeito estão criadas condições físicas no Centro Hípico de Cabeceiras de Basto, o que certamente iria complementar a vigilância e contribuir para aumentar os níveis de segurança que se pretendem para os cidadãos deste concelho, alguns a residir em zonas isoladas e por isso mais vulneráveis. Por fim, o autarca reiterou a confiança neste projecto, que terá certamente resultados positivos na vida das pessoas.

Agentes recebem telemóveis e computadores


Durante a cerimónia, foram igualmente entregues dois telemóveis e dois computadores portáteis, ao agente António José Santos Magalhães e ao Supervisor local Sargento Ajudante Capela Barroso, respectivamente, que serão coordenados pelo Tenente Coronel Tinoco Ferreira, responsável pelo projecto no distrito de Braga.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.