Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 08-06-2009

SECÇÃO: Informação

PARLAMENTO EUROPEU
PS GANHA AS ELEIÇÕES EM CABECEIRAS DE BASTO

foto
PARTIDO SOCIALISTA VENCE EM 13 DAS 17 FREGUESIAS
O Partido Socialista venceu em Cabeceiras de Basto as eleições para o Parlamento Europeu, realizadas ontem, dia 7 de Junho, contrariando de forma clara o que aconteceu no Distrito de Braga e no País. Com efeito, o PSD venceu em quase todo o País e, no Norte de Portugal, Cabeceiras de Basto e Baião foram os únicos concelhos rurais onde o PS ganhou.
Esta vitória revela que a base de apoio do Partido Socialista, em Cabeceiras de Basto, está consolidada. A vitória do PS em treze das dezassete freguesias é prova dessa consolidação, especialmente numas eleições em que o Partido Socialista a nível nacional foi duramente penalizado pelo eleitorado, numa clara demonstração de protesto contra as políticas do governo.
foto
No país, a taxa de abstenção (62,95%) esteve ligeiramente acima da verificada nas eleições de 2004 (61,25%) – já esperada, aliás – mas no concelho de Cabeceiras de Basto a taxa de abstenção em 2009 (63,2%) foi superior à taxa de 2004 (58,9%) o que terá prejudicado em primeiro lugar o Partido Socialista, uma vez que em 2009 teve 2.740 votos enquanto que 2004 obteve 3.632 votos.
Os resultados mostram também que estas eleições europeias não são tão bipolarizadas como acontece com as eleições legislativas ou mesmo autárquicas. E a distribuição dos votos beneficiou claramente os partidos mais pequenos, como a CDU, o CDS-PP, ou o BE, o que provocou, aliás, uma troca de posição destes partidos, sendo agora o Bloco de Esquerda a terceira força política.
Dificilmente em eleições legislativas, quando estiver em causa a governabilidade do país, os eleitores darão tão elevada percentagem ao BE e ao CDS-PP. Efectivamente, a alternância do poder passa pelos dois maiores partidos e a discussão actual tem-se centrado na existência ou não de maiorias absolutas, entre o PS e o PSD. Quando nas próximas eleições formos escolher a maioria que vai governar o país, acentuar-se-á novamente a bipolarização e a utilização do voto útil. Veremos lá para Setembro o que se vai passar.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.