Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 06-04-2009

SECÇÃO: Recordar é viver

SILÊNCIO….
Falem baixinho, apaguem-se as luzes, que se vai cantar o fado!

E cantou-se o fado na linda cidade de Braga. Em sítio apropriado, perfeito. No grandioso e esplendoroso Teatro Circo.

Os anfitriões do espectáculo - Grupo de Fados e Serenatas da Universidade do Minho
Os anfitriões do espectáculo - Grupo de Fados e Serenatas da Universidade do Minho
Pelo segundo ano consecutivo, mais precisamente no dia 28 do mês de Março desloquei-me a Braga, que agora fica já ali a pouco mais de meia hora devido à maravilha da auto-estrada, para assistir a II Serenata do Fado.
O Teatro Circo estava completamente repleto com tantos e tantos apaixonados pelo fado. Durante quatro horas tivemos a oportunidade rara de assistir ao espectáculo que trouxe à capital minhotas muitos dos melhores intérpretes da canção Coimbrã.
Antes de entrar nos intervenientes do espectáculo queria apresentar-vos os organizadores e anfitriões deste grandioso espectáculo, o Grupo de Fados e Serenatas da Universidade do Minho, constituído pelo Fernando Faria, pelo Jorge Pinto, com costela cabeceirense, meu sobrinho, filho da minha irmã Isabel e do José Joaquim Mota Pinto, pelo Miguel Rego, pelo Pedro Paredes, pelo Sérgio Lucas, pelo Vítor Barreto e pelo Jaime Lima Leite, um cabeceirense que se honra da sua terra, como fez questão de sublinhar durante o espectáculo.
Foram oitenta artistas que passaram pelo maravilhoso palco do Teatro Circo, levando ao delírio toda a plateia ali presente.
Este ano, o espectáculo, brilhante de princípio a fim, foi apresentado por um conhecido apresentador, jornalista e locutor da RDP, Sansão Coelho, que com o seu grande curriculum de homem da rádio, homem popular, conseguiu que o público deitasse cá para fora algumas gargalhadas pelo meio.
Uma panorâmica do Teatro Circo completamente cheio de aficcionados do fado
Uma panorâmica do Teatro Circo completamente cheio de aficcionados do fado
E o espectáculo começou com as vozes do Juiz Conselheiro do Supremo Tribunal de Justiça, Custódio Montes, e do Dr. Gomes Alves, acompanhados pelos instrumentistas do Grupo de Fados e Serenatas da Universidade do Minho.
Seguiu-se o Grupo de Fados da Associação dos Antigos Estudantes da Universidade de Coimbra, cantando clássicos da canção coimbrã.
Porém o que mais me impressionou foi o Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra. Não tenho palavras para descrever a maravilha daquelas vozes, perfeitamente em sintonia e muito bem coordenadas. Foi durante a actuação que este Orfeão decidiu atribuir o título de sócio honorário a Luís Goes, pelo seu contributo ao Fado de Coimbra.
Cantaram ainda o Grupo de Serenatas de Coimbra, com temas que deixaram marca na história do fado.
Foi impressionante ouvir a guitarra portuguesa interpretada pelo Prof. Doutor Jorge Tuna excelentemente acompanhado por Durval Moreirinhas, que fizeram “falar” os seus instrumentos.
Foi para mim muito emocionante ver e ouvir o antigo Presidente da Assembleia da República, Dr. António Almeida Santos. Apesar de ter chegado de uma viagem a Angola, bastante rouco, adorei ouvi-lo cantar. Apesar de ele não se sentir no seu melhor. Conheço-o de outros palcos e sempre tive a maior admiração por ele. Vi que nos seus anos mais juvenis devia ter uma voz maravilhosa, com timbre romântico e sentimental.
Digo aqui sem vergonha alguma que uma ou outra lágrima me correu pela face ao ouvir alguns fadistas. Felizmente as luzes estavam apagadas.
Antes do encerramento pelo grupo anfitrião ainda tivemos a oportunidade de nos deliciarmos com as, ainda, excelentes vozes de dois nomes inesquecíveis: Luís Goes e Augusto Camacho Vieira.
Ao terminar esta pequena reportagem deixo aqui os meus sinceros parabéns ao Grupo de Fados e Serenatas da Universidade do Minho que mais uma vez contribuíram para que assistíssemos a um tão grande espectáculo com esta dimensão. Ficamos à espera de mais.

Por: Fernanda Carneiro

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.