Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 01-12-2008

SECÇÃO: Destaque

Município aprova Plano de Actividades e Orçamento para 2009
Prioridade à educação

Reunido no dia 21 de Novembro de 2008, o Executivo Municipal, aprovou as Grandes Opções do Plano e Orçamento para o ano de 2009, previsto para o Município de Cabeceiras de Basto.

Futuro Centro Escolar do Arco de Baúlhe
Futuro Centro Escolar do Arco de Baúlhe
Os documentos aprovados com os votos favoráveis dos eleitos do Partido Socialista e a abstenção dos vereadores do Partido Social Democrata, contêm um conjunto de opções abrangentes e sustentadas para o desenvolvimento do concelho, seguindo uma linha de continuidade com o programa que tem vindo a ser desenvolvido desde 1994 pelos autarcas socialistas e que tem merecido o voto renovado da maioria dos cabeceirenses.
Depois de nos últimos anos se ter concretizado um significativo número de realizações nos sectores das infra-estruturas básicas, agora as prioridades são dirigidas para as áreas da Educação, Cultura, Formação, Economia, Ambiente e Acção Social, dando, contudo, continuidade à resolução de algumas necessidades que ainda subsistem nas áreas do Desporto, da construção e recuperação de Edifícios e outros Equipamentos, da Rede Viária, dos Arranjos Urbanísticos e Urbanizações, áreas que o Plano também contempla. O documento aprovado, reflecte assim, um intervenção em todos os sectores e em todo o território, procurando obter uma cada vez maior coesão económica e social.
Neste Plano e Orçamento está bem evidenciado o compromisso do Executivo Municipal em privilegiar a cooperação com as Juntas de Freguesia, Associações e Colectividades, Centros Paroquiais, Instituições Particulares de Solidariedade Social, mas também com as Empresas Municipais, uma vez que, segundo informação divulgada, considera esta cooperação fundamental para o sucesso da acção da autarquia em benefício da população cabeceirense.
Futura Zona Industrial de Vila Nune
Futura Zona Industrial de Vila Nune
Segundo informação divulgada, o Plano de Actividades e Orçamento para 2009 do Município, contém um conjunto de opções abrangentes e sustentadas para o desenvolvimento do concelho, sob responsabilidade directa do Município de Cabeceiras de Basto, entre as quais destacamos: na Educação, a conclusão do Centro Escolar de Refojos, o início de construção do Centro Escolar do Arco de Baúlhe e a requalificação dos Centros Escolares já existentes; na Cultura, a dinamização do programa de animação do Órgão da Igreja de S. Miguel de Refojos, a dinamização do Museu de Arte Sacra, a construção do Núcleo de Reservas do Museu das Terras de Basto e a promoção de actividades sócio-culturais, em cooperação com a Emunibasto; na Economia, destaca-se a continuação das infra-estruturas dos Parques Empresariais da Ranha, na freguesia de Abadim, de Vila Nune, do Arco de Baúlhe e de Cabeceiras de Basto (S. Nicolau), assim como a aquisição de terrenos para o Parque Empresarial de Cavez e a continuação da Pista de Aeronaves, em Abadim; no Ambiente, salienta-se a construção, ampliação e beneficiação dos sistemas de abastecimento público de água e de saneamento; na Acção Social, prossegue o apoio aos estudantes, às IPSS’s, o alargamento dos apoios a extractos da população mais carenciados, em colaboração com a empresa Basto Solidário e também o apoio à Comissão de Protecção e Crianças e Jovens; no Desporto e Lazer, está previsto o apoio para a construção e/ou beneficiação de Polidesportivos nas freguesias, a construção das Piscinas descobertas de Refojos, Outeiro e Cavez e a promoção de Actividades Desportivas em colaboração com a Emunibasto; na Rede Viária, é de salientar o rompimento da Variante Sul, em Refojos (Lamas – Barbeito – Sobreira), o rompimento de vias nas zonas mais urbanizadas e a pavimentação da via de acesso à freguesia e Parque Empresarial de Vila Nune; no Turismo, está prevista a ampliação e beneficiação da Pista de Pesca Desportiva de Cavez, bem como, o início de construção da Ecopista (Vila Nune – Arco de Baúlhe); no Planeamento e Urbanismo, prevê-se a conclusão do Plano de Urbanização de Cavez, a conclusão da revisão do Plano de Pormenor da Quinta do Mosteiro, o início da elaboração do Plano de Urbanização de Cabeceiras de Basto (S. Nicolau), como também, os arranjos urbanísticos e beneficiação da rede de iluminação pública nos principais aglomerados populacionais.
Pista de Pesca Desportiva de Cavez será beneficiada e ampliada
Pista de Pesca Desportiva de Cavez será beneficiada e ampliada
Estas são algumas das obras que se destacam no documento aprovado, a que se associam também outras a concretizar com o empenho e a colaboração quer institucional, quer financeira do Governo, no sentido de realizar Investimentos/obras de grande importância para Cabeceiras de Basto, tais como, a conclusão da Unidade de Internamento, da Variante às EN’s 205 e 210, do Edifício da Antiga Casa do Povo do Arco de Baúlhe, do Palácio da Justiça e do novo Edifício do Centro de Emprego de Basto, entre outras.

21 milhões de euros
(4,2 milhões de contos) para investimentos

Pista de Aeronaves, em Abadim
Pista de Aeronaves, em Abadim
Relativamente ao Orçamento para 2009, que prevê um montante global de 21 milhões de euros (4,2 milhões de contos), apresenta uma situação de equilíbrio, uma vez que as receitas correntes são superiores às despesas correntes em 205 mil euros, (41 mil contos) o que permitirá financiar parte das despesas de capital.
Segundo informação divulgada, este Orçamento prevê também transferências correntes, de capital e subsídios destinados a Instituições, Associações, Juntas de Freguesia e Empresas Municipais no montante global de 2,5 milhões de euros (504 mil contos) o que demonstra a efectiva cooperação que vamos manter com as mesmas.
Prevista está também para 2009, a amortização de emprétimos contraidos.

Linhas de desenvolvimento

Nos documentos aprovados, estão expressas, as linhas de desenvolvimento estratégico do Município, assentes em objectivos claros que representam investimentos de 39 porcento no sector da Educação, Desporto, Cultura, Lazer e Turismo, 20,2 por cento no apoio a Instituições Desportivas, Recreativas, Culturais e Sociais e Empresas Municipais, 11,3 por cento na Rede Viária e Sinalização, 9,2 por cento em Edifícios, 4,4 por cento no sector do Ambiente (Água, Saneamento, Resíduos Sólidos e Cemitérios), 3,5 por cento no sector da Economia, Indústria e Energia, 3,4 por cento em Arranjos Urbanísticos e Urbanizações, 3,4por cento na Aquisição de Terrenos, 3 por cento na Informática, Maquinaria e outros Equipamentos e 2,6 por cento em Instrumentos de Ordenamento do Território e Projectos.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.