Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 29-09-2008

SECÇÃO: Informação

Adriana Ferreira vence Prémio Jovens Músicos 2008

foto
A cabeceirense Adriana Ferreira, venceu a 22ª edição do Prémio Jovens Músicos 2008, em Flauta.
Trata-se de uma iniciativa promovida pela RTP/Antena 2, que visa distinguir a qualidade artística, o desenvolvimento técnico e a maturidade musical dos jovens músicos portugueses, que ao longo dos últimos anos tem vindo a aumentar, tornando-se assim um imperativo divulgar o talento que vai abundando de Norte a Sul do nosso país, referiu na ocasião Luís Tinoco, Director Artístico deste Galardão.
Para receber o prémio alcançado, Adriana Ferreira subiu ao palco da Sala Suggia da Casa da Música, No Porto, no passado dia 25 de Setembro e participando no Concerto dos Laureados.
Juntamente com Adriana Ferreira, venceram também Joana Gama - piano, Vladimir Tolpygo - Violino, Filipe Vieira Alves – Trombone e António Sérgio Ramos Pacheco- Trompete. Foram ainda distinguidos, na categoria de Música de Câmara – Nível Médio, do Agrumapemto Ensemble Talide, Matilde Teixeira Loureiro – violino e Taíssa Poliakova Pacheco Cunha – Piano.
Na categoria de Música de Câmara- Nével superior, do agrupamento Xasonaip, Hélder Alves – Saxofone e Cândido Fernandes – Piano.

Ovacionada
na Casa da Música

A solista Adriana Ferreira, que participou na primeira parte deste Concerto dos Laureados 2008, transmitido em directo para a União Europeia de Rádio, foi ovacionada pela excelência com que se apresentou em palco.
Recorde-se que esta jovem música nasceu em Cabeceiras de Basto em 1990. em 1999 iniciou os seus estudos musicais em flauta na Banda Cabeceirense e em 2002, ingressou na Escola Profissional Artística do Vale do Ave – ARTAVE, na clasee da professora Joaquina Mota. No presente ano concluiu o Curso instrumentista deSopro nessa instituição com a classificação de 20 valores. Participou em Masterclasses com os professores Ana Maria Ribeiro, Clare Southworth, Felix Renggli, Jorge Caryevschi, entre outros. Aos 14 anos foi seleccionada para a Escola da Orquestra de Jovens da União Europeia.Integrou igualmente as Orquestra Artave, Aproarte e Academia Metropolitana, formaçoes nas quais teve a oprtunidade de trabalhar com conceituados maestros.
Apresentou-se a solo com a OrquestraArtave na estreia do Cocnerto paraflautae Orquestra de Joaquim Santos, a si dedicado. Obteve o 1º prémio de flauta no Concurso Nacional «Terras de La-Salette» (categoria júnior), 1º Prémio no Concurso Nacional de Flauta do Conservatório de Aveiro (categoria Taffanel) e 1º Prémio no Concurso Nacional «Paços Premium» (categoria B).
Actualmente, Adriana Ferreira, como bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian, estuda no Conservatório Nacional Superior deMúsica de Paris, na classe de flauta dos professores Sophie Cherrier e Vincent Lucas. Paralelamente frequenta a licenciatura em musicologia na Universidade Paris-Sorbone.


© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.