Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 08-09-2008

SECÇÃO: Informação

Um investimento de 3 milhões de euros

No decurso da visita foi feita uma apresentação do projecto do novo Centro Escolar
No decurso da visita foi feita uma apresentação do projecto do novo Centro Escolar
NOVA ESCOLA DE REFOJOS EM CONSTRUÇÃO

Acompanhado por vereadores, deputados municipais, presidentes de Junta de Freguesia, demais autarcas, técnicos e professores, o Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Engº Joaquim Barreto, visitou no dia 27 de Agosto, o início das obras de construção do Centro Escolar de Refojos.
Trata-se de um equipamento, que representa um investimento na ordem dos 2.830.002,96 Euros, a edificar numa parcela de terreno adquirida pela Câmara Municipal com área de 9.550m2, situada junto ao Pavilhão Gimnodesportivo e à Piscina Municipal, numa zona central desta vila Cabeceirense.
A construção do Centro Escolar destina-se aos alunos do pré-escolar e do primeiro ciclo do ensino básico e vai abranger alunos provenientes de várias freguesias do concelho, nomeadamente, Abadim, Outeiro, Alvite, Riodouro, Painzela e Refojos. Segundo informação divulgada, a construção deste equipamento, resulta do reordenamento previsto na carta educativa concelhia, aprovada no âmbito da reforma que está a ser levada a cabo pelo Ministério da Educação.
Um documento privilegia a construção de infra-estruturas integradas, ou seja, que engloba os ensinos pré-escolar e 1º ciclo do básico, destinadas a criar condições capazes de dar mais respostas aos alunos, professores e encarregados de educação.
Os autarcas verificaram in loco o andamento das obras
Os autarcas verificaram in loco o andamento das obras

Melhores condições de aprendizagem

Ao avançar com este projecto, a Câmara Municipal está a investir no sector educativo e a criar melhores condições de aprendizagem às centenas de crianças que frequentam o maior agrupamento escolar do concelho.
Esta estratégia visa orientar o sistema educativo em função do desenvolvimento económico e sócio-cultural concelhio, com maior incidência ao nível dos primeiros ciclos de ensino, através de um reordenamento da rede escolar de forma gradual, tendo em vista garantir melhores condições de aprendizagem e leccionação.
Recorde-se que a Carta Educativa respiga um conjunto de propostas e soluções que são o culminar de um trabalho realizado ao longo dos últimos anos [desde 2004], envolvendo vários agentes ligados ao sector da educação tais como, autarcas, associações de pais, representantes dos ensinos pré-escolar e básico público, Direcção Regional de Educação do Norte, Juntas de Freguesia, instituições de solidariedade social, serviços públicos de Saúde, serviços de Segurança Social, serviços de Emprego e Formação Profissional, das forças de segurança, entre outros, tendo por base o diagnóstico dos principais problemas educativos do concelho.
O Centro Escolar em fase de execução
O Centro Escolar em fase de execução
A Carta Educativa é um importante documento, pensado à luz das novas realidades demográficas do território, das condições sócio-económicas e da concretização do conceito de “escola a tempo inteiro”, para todas as crianças. A Câmara Municipal espera, que desta profunda transformação resultem melhores condições para o sucesso escolar e educativo da sua população mais jovem, numa aposta clara na qualificação dos cabeceirenses.

Obras decorrem a bom ritmo

A construção da futura Escola de Refojos, começou na segunda quinzena de Agosto, estando a ser executada em duas frentes. Na ocasião, os autarcas, verificaram in loco o andamento dos trabalhos, que actualmente, incidem sobretudo na movimentação de terras, assim como na protecção dos taludes. No local, foi feita uma explanação sobre as valências deste equipamento educativo que se prevê concluido no prazo de 270 dias, ou seja nove meses.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.