Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 16-06-2008

SECÇÃO: Informação

Plantação de Árvores em Cabeceiras de Basto

Tendo em vista a promoção e a valorização da floresta, a Junta de Freguesia de Cabeceiras de Basto comemorou o Dia 21 de Março, com a plantação de árvores no baldio da freguesia. Alunos e professores, utentes da Fundação A J Gomes da Cunha, instituição de solidariedade social sediada naquela freguesia, levaram a cabo esta tarefa como apoio dos sapadores florestais. Uma iniciativa que contou com a colaboração do Conselho Directivo de Baldios, com as escolas da freguesia, Fundação A.J.G. da Cunha e Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto.

Os utentes da Fundação no momento da plantação das árvores
Os utentes da Fundação no momento da plantação das árvores
Volvidos que são quatro meses, o Ecos de Basto foi espreitar e verificou que naquele espaço, as árvores ali plantadas estão a desenvolver-se.
Recorde-se que àquela data foram ainda criados mais dois parques florestais no concelho, com 10.000m2 cada, com o objectivo de criar “Florestas Verdes”, destinadas ao desenvolvimento de actividades de gestão, promoção, valorização e defesa da floresta, através quer da realização de trabalhos de povoamento e repovoamento florestal, gestão, estudos e acções de sensibilização da comunidade para a importância da floresta.
Recorde-se que o concelho de Cabeceiras de Basto tem uma extensa mancha florestal e mais de dois terços do seu território com aptidão florestal.
Um sector, cuja riqueza pode vir a ter um papel preponderante no desenvolvimento económico do concelho, através da optimização do aproveitamento das suas potencialidades para a produção de madeiras e para outros fins de utilização múltipla, nomeadamente a fruição para fins turísticos, recreativos, desportivos, culturais, formativos e de lazer.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.