Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 16-06-2008

SECÇÃO: Desporto

foto
O Empate da desilusão
Título ficou a um golo de distância

O Painzela foi ao terreno dos Marretinhas onde empatou a quarto bolas falhando assim a conquista do título de campeão do Campeonato Distrital de Braga de Infantis de Futsal, pois só a vitória poderia levar a conquista do titulo, o que fez arrastar como tem sido nos últimos jogos muitos apoiantes da modalidade e familiares da equipa cabeceirense para apoiarem a equipa neste ultimo jogo da época, sabendo ainda que o seu mais directo adversário o Silvares tinha ganho o seu jogo, o que fazia com que o Painzela teria de ganhar para ficarem com o primeiro lugar que durante a época lhe pertenceu, merecendo conquistar esse titulo, mas o azar assim não o permitiu ficando assim o título de campeões 2007/2008 para o Silvares e o Painzela ficou num honroso segunda posição à frente do Faia.
foto
Acerca do jogo a dominância pertenceu inteiramente ao Painzela durante a maioria do encontro entrando a dominar e a querer resolver o jogo o mais rapidamente possível. Aos três minutos lance muito perigoso por Diogo cortado pela defesa da casa e logo de seguida boa defesa do guarda-redes da casa a remate de Pedrinho, entre os seis e os oito minutos o adversário apostou mais no ataque e criando algum calafrios à equipa visitantes. No minuto oito o Painzela voltou a dominar o jogo e a criar algumas oportunidades de muito perigo para a baliza adversária. No minuto dez um lance perigosíssimo a favor dos marretinhas, levando o treinador do Painzela a dar uma repreensão à equipa, logo de seguida o Painzela reage com quatro lances perigosos que poderiam dar vantagem aos visitantes. Aos catorze minutos remate à barra de Dioginho, sendo de seguida saído para a entrada de “Tuga”, que veria a revolucionar o jogo do Painzela, aos 15 minutos o treinador da equipa casa vendo que os visitantes estavam a atacar muito pede um minuto de desconto, logo na reentrada depois do desconto “Tuga” com uma boa jogada abre o marcador para os visitantes por 0-1 e dois minutos depois “Tuga” novamente com uma desmarcação perfeita faz o público vibrar com a marcação do 0-2, antes do intervalo à ainda a relatar um livre perigoso dos marretinhas que foi bem resolvido pela defesa do Painzela, chegando assim ao intervalo com uma vantagem de dois golos sobre os marretinhas.
foto
Na segunda parte as equipas entraram conforme saíram com os mesmos cinco iniciais, tendo logo no primeiro minutos “Tuga” falhado um lance isolado frente ao guarda-redes, mas não demorou muito e logo no terceiro minuto numa jogada de insistência Zé Nuno marca o 0-3 para a equipa do Painzela dando assim uma vantagem confortável para a equipa, mas aos seis minutos, o numero cinco da equipa da casa tem um remate forte, não dando hipótese para o guarda-redes Filipe reduzindo assim para 1-3, no minuto seguinte tuga novamente com uma jogada brilhante finta o guarda-redes e remata ao poste desperdiçando assim uma boa oportunidade de fechar o resultado, e como quem não marca sujeitasse a sofrer, foi o que aconteceu depois de um contra ataque golo de cabeça do numero três fazendo um chapéu ao guarda-redes do Painzela que não ficou isento de culpas, tendo ainda se lesionado nesse lance, mas que não impedido de continuar no jogo. Assim com o 2-3 no resultado o nervosismo assentou-se na jovem equipa do Painzela e logo no minuto seguinte o mesmo numero três depois da marcação do canto empata a partida a três bolas deixando os adeptos visitantes muito em baixo, mas não deixando de apoiar a sua equipa. Depois do empate o Painzela conseguiu dominar de novo o jogo e foi a traz do golo que lhe podiam dar o titulo de campeões mas a sorte não estavam no lado da equipa e a bola quando não era o guarda redes a defender era o poste ou a barra que não deixava a bola entrar na baliza, mas a cinco minutos do fim depois de uma bola ao poste por tuga ela ressalta para os pés de Zé Nuno que manda a bola para o fundo das redes pondo o público visitante ao rubro e o marcador em 4-3. Seguidamente do golo, a equipa técnica do Painzela pede um minuto de desconto, para tentar dar as últimas tácticas para manter o resultado, mas quando já tudo previa a vitória e a conquista do titulo pelos jovens do Painzela, novamente o numero três dos marretinhas faz o 4-4 acabando de vez com as esperanças da equipa cabeceirense, de seguida e até ao apito final foi ver a equipa desperdiçar várias oportunidades, pois o coração já mandava mais que a cabeça. Depois do encerramento do jogo deu-se lugar à decepção dos familiares que foram apoiar, treinadores por terem os seu pupilos quase conseguido o sucesso pretendido e dos jogadores que choravam por terem feito tudo para conseguir os objectivos e não terem conseguido o titulo que muito lutaram e desejaram durante a época desportiva.
Pelo Painzela alinharam e marcaram: Filipe (gr); Diogo (cap); Pedrinho; Dioguinho; J.P.; Zé Nuno (2); “Tuga” (2); Rafa; Toninho; Nuno; Francisco; Manelinho.
Marcha do marcador: 0-1; 0-2; 0-3; 1-3; 2-3; 3-3; 3-4; 4-4.
Resultado ao intervalo: 0-2.

Por: Manuel Magalhães

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.