Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 26-05-2008

SECÇÃO: Informação

Centro Hipíco Promove Equitação Terapêutica

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e a Fundação A J Gomes da Cunha, encetaram no passado dia 23 de Abril, uma parceria, tendo em vista a realização de sessões de equitação terapêutica destinada aos utentes daquela IPSS – Instituição Particular de Solidariedade Social, com sede em Gondarém, deste concelho.
Neste âmbito, autarcas, monitores, utentes e familiares deslocaram-se ao Centro Hípico de Cabeceiras de Basto para assistir à apresentação desta iniciativa.

Demonstração da equitação terapêutica
Demonstração da equitação terapêutica
Uma equipa técnica constituída por um monitor de equitação, um fisioterapeuta, uma psicóloca, uma educóloga e um tratador, integram o grupo que doravante vai levar a cabo este projecto. Projecto este, que o presidente da edilidade, Engº Joaquim Barreto, considerou de grande alcance tendo em conta o público alvo a que se destina e o contributo que o mesmo dará ao bem estar e ao aumento da qualidade de vida dos utentes desta Fundação (numa primeira fase). O autarca lembrou ainda, que o serviço já vinha sendo disponibilizado de algum tempo a esta parte, a alguns cidadãos cabeceirenses. Pretendendo-se agora, que ganhe novo impulso e chegue a um número maior de pessoas portadoras de deficiência e/ou com necessidades especiais, estando em aberto a possibilidade de parcerias com outras instituições não só do concelho como do distrito. O edil manifestou de igual forma, o seu agrado por verificar que os equipamentos construídos são utilizados de forma diversificada, previligiando as parcerias que são benéficas para os seus utentes garantindo-lhes melhor saúde e contribuindo para o aumento da mobilidade, e com especial incidência nas pessoas com menores recursos económicos. A terminar o autarca disse esperar que esta acção se prolongue no tempo e que venha em crescendo no futuro.

Aumentar o bem-estar

Por sua vez, o presidente da Fundação A J Gomes da Cunha, Dr. Jorge Machado, enalteceu o trabalho feito pela Câmara em prol dos grupos mais fragilizados da população, criando-lhes condições para aumentar o seu bem estar e desta forma, contribuindo para que sejam mais felizes e incluídos no desenvolvimento deste concelho.
Finda a apresentação da equipa técnica, das valências desta modalidade e das alocuções proferidas, o evento prosseguiu com a demonstração de uma sessão de equitação terapêutica feita com dois utentes da Fundação A. J. Gomes da Cunha.
De referir que se trata de um método terapêutico que utiliza o cavalo e que visa a promoção de benefícios físicos, psíquicos, educacionais e sociais destinado a pessoas portadoras de deficiência e/ou com necessidades especiais, aplicando-se em áreas como a reabilitação (para pessoas com deficiência física e/ou mental), a educação (para pessoas com necessidades educativas especiais e outras) e social (para pessoas com distúrbios evolutivos ou comportamentais).

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.