Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 05-05-2008

SECÇÃO: Informação

Cabeceiras aposta na segurança rodoviária

Escola Fixa de Trânsito
Escola Fixa de Trânsito
Aceitando o desafio lançado pelo Governo Civil de Braga, o Município Cabeceirense vai assinar no próximo mês de Maio, um protocolo de colaboração, destinado a disponibilizar a Escola Fixa de Trânsito de Cabeceiras de Basto para a formação de crianças e jovens ao nível da segurança rodoviária. A iniciativa integra-se num vasto leque de acções previstas que visam reduzir o número de mortes nas estradas portuguesas até 2015, colocando Portugal entre os dez países da União Europeia com menor sinistralidade. O Governo Civil de Braga, que recentemente anunciou a candidatura à Carta Europeia de Segurança Rodoviária, prevê a redução de pelo menos 50 por cento das mortes na estrada até 2010. Segundo informação divulgada, anunciou que os números são animadores na estatística distrital, com descidas registadas desde 2005. No entanto os objectivos são para prosseguir e agora mais ambiciosos, já que é imperioso, no combate à sinistralidade, a mudança de comportamento dos condutores, que passa por uma necessidade de apostar na formação e educação para a cidadania. Esta é uma das causas que tem relação directa com a sinistralidade no país e no distrito de Braga, dada a «falta de civismo e o mau comportamento dos condutores».

Estrada com vida

«Estrada com Vida» é o tema da campanha que o Governo Civil de Braga vai lançar em breve, envolvendo 10.000 jovens, alunos do 5º ano de escolaridade em acções de formação e sensibilização junto das escolas fixas de trânsito do distrito. Todos os jovens que frequentem o 5º ano de escolaridade serão convidados a participar em acções teóricas e práticas de Segurança Rodoviária, com início previsto a partir deste mês, prosseguindo nos anos lectivos de 2008-2009 e 2009-2010, abrangendo na totalidade cerca de 20 mil jovens.
As escolas fixas de trânsito de Cabeceiras, Braga e Fafe, passarão a receber grupos de jovens de 30 a 50 alunos, em cada dia da iniciativa. O trabalho será desenvolvido em articulação com as câmaras municipais de todo o distrito e Centro de Área Educativa (CAE) de Braga, além de outros parceiros. Os encargos com as deslocações das crianças estarão a cargo do Governo Civil. Os protocolos serão assinados a 12 de Maio e a acções avançam imediatamente para o terreno.
Segundo informação divulgada, esta aposta na formação e educação dos jovens em idade escolar é indispensável para a interiorização de comportamentos e a obtenção de competências no sentido da consciencialização do conceito amplo de cidadania e segurança.
Recorde-se que a Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária assenta em objectivos específicos, claros, quantificáveis e ambiciosos, para que Portugal se possa tornar um exemplo, sustentável no tempo, no combate sério à sinistralidade rodoviária.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.