Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 24-03-2008

SECÇÃO: Opinião

Leitura(s)

foto
Ler é “Uma aventura…”

A minha sugestão desta vez vai para um livro que preencheu e continua a preencher o imaginário de muitos adolescentes. Quem nunca viveu “Uma aventura…”, e passou com a Teresa, a Luísa, o Chico, o Pedro, o João e o cão Faial peripécias e aventuras, contra criminosos e esquemas menos sérios, acabando sempre tudo em bem e da qual retirávamos sempre qualquer coisa de útil.
De facto, e porque por estes dias se comemora os 25 anos da edição do primeiro livro desta colecção, achei apropriado trazer aqui esta sugestão.
Tudo começou quando, no início da década de 80, duas professoras que se conheceram na Escola Fernando Pessoa, em Lisboa, se entregaram à tarefa de conquistar jovens para a leitura. Hoje, vinte e cinco anos e 50 volumes depois do primeiro livro, as aventuras das suas personagens são, sem dúvida, a colecção mais popular entre crianças e adolescentes portugueses, com mais de seis milhões de exemplares vendidos. O sucesso passa e explica-se muito pela preocupação pedagógica das histórias, que, com as suas constantes visitas a monumentos, museus e outros pontos de interesse, servem verdadeiras lições da História de Portugal de uma forma quase subliminar. Ainda a acrescentar que as aventuras literárias destas duas professoras foram já adaptadas para televisão (se bem que, na minha opinião, não há nada que substitua o livro e a nossa imaginação).
foto
O título de estreia, recorde-se, teve a sua 18.ª edição em 2006, sendo ainda hoje o mais procurado pelos leitores, logo seguido do volume 2, Uma Aventura nas Férias do Natal (1.ª edição também em 1982; 17.ª edição em 2003).
Desde então, a colecção tem abarcado variadíssimos temas e cenários, quer em Portugal, quer no estrangeiro, figurando alguns dos seus títulos no Plano Nacional de Leitura: Uma Aventura na Escola, Uma Aventura nas Ilhas de Cabo Verde, Uma Aventura na Serra da Estrela e Uma Aventura na Quinta das Lágrimas.

foto
Além desta, as mesmas autoras assinam outras colecções juvenis, onde se tenta misturar aventuras com património histórico, entre outros temas. É o caso da colecção Viagens no Tempo, em que jovens do século XX se deslocam numa máquina do tempo. Outras colecções dedicadas a jovens adolescentes e que tratam dos seus problemas e expectativas mereceram a atenção desta escritoras. Falamos das colecções “História de Portugal”, “Ler dá Prazer”, “Floresta Mágica”, “Quero ser”, entre outras.
Deixo-vos aqui as palavra das autoras, numa entrevista recente a um jornal nacional, em que se referem ao seu trabalho em equipa e que, no geral, nos pode servir de exemplo: “Somos muito festivas e uma festa não se faz com menos de duas pessoas. Multiplicámos as forças de cada uma.”

Por: Joana Barbosa

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.