Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 30-11-2007

SECÇÃO: Desporto

PISTA DE PESCA DE CAVEZ RECEBEU PROVA BARCLAYS

foto
No passado dia 25 de Novembro decorreu, na Pista de Pesca Desportiva de Cavez, uma prova organizada pela Douro Wild Carp Company, designada “Troféu Pró Nature Barclays”. Esta Associação declarada de Interesse para o Turismo, pela Direcção Geral do Turismo, tem organizado provas de pesca desportiva nas Pistas do Azibo, da Póvoa de Lanhoso, do Porto e de Miranda do Douro. Desta feita, escolheu a Pista de Pesca de Cavez, em Cabeceiras de Basto, e a impressão com que ficaram, organizadores e muitos dos pescadores que estiveram pela primeira vez em Cavez, foi tão positiva que de imediato solicitaram uma reunião ao Presidente da Câmara, tendo em vista estudar a possibilidade de celebrar um protocolo de utilização para a realização de treinos e provas ao longo da próxima época.
Neste “Troféu Pró Nature Barclays” participaram dezenas de pescadores, estando em disputa uma dezena de troféus e incentivos para os melhores classificados, para além de troféus especiais para o clube com mais equipas inscritas, melhor equipa por sector e para a equipa com o maior exemplar. De referir que os incentivos atingiram o montante de 3.030,00 € (606 contos) o que de certa forma permite perceber a dimensão desta prova.
De facto, a Pista de Pesca Desportiva de Cavez tem vindo a receber cada vez mais provas e consequentemente muitos elogios por parte das entidades organizadoras. De acordo com uma nota difundida pela autarquia cabeceirense, a propósito do Plano de Actividades para o próximo ano, pudemos constatar que a Câmara Municipal se prepara para avançar com a ampliação da Pista para que esta possa receber novas provas internacionais.
Entrega de prémios aos vencedores
Entrega de prémios aos vencedores
À margem desta notícia gostaríamos de deixar aqui um reparo. Vimos por lá mesas e bancos partidos. Porquê tanto vandalismo? A quem aproveita este tipo de comportamentos? Simplesmente lamentável! Será que ninguém consegue descobrir e denunciar os vândalos?
Aquela infra-estrutura não é património de ninguém em particular. É património do Município. É, por isso, património de todos os cabeceirenses.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.