Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-07-2007

SECÇÃO: Região

No 26 de Julho – Dia dos Avós
Avós Cabeceirenses invadem Pavilhão Atlântico e participam em directo na “Praça da Alegria” da RTP

foto
No passado dia 26 de Julho, dia que a Europa escolheu para dedicar aos avós de todo o mundo, o Pavilhão Atlântico em Lisboa encheu-se de avós portugueses provenientes de todos os pontos do país para comemorarem o seu dia numa iniciativa que a RTP promoveu e dali transmitiu para todo o mundo no seu programa habitual das manhãs, a “Praça da Alegria” que, excepcionalmente, nesse dia se prolongou pela tarde dentro até perto das 17h00.
Cabeceiras de Basto esteve presente por iniciativa dos Serviços de Acção Social da Câmara Municipal, que promoveu as inscrições nos Centros de Convívio e Lazer das diversas freguesias, mobilizando assim uma numerosa “comitiva” com quase duas centenas de avós. O transporte fez-se em três autocarros que os levaram até às portas do Pavilhão Atlântico onde se chegou bem cedo, a tempo de se presenciar o início do programa televisivo. Já no interior, e sempre acompanhados por uma equipa de jovens, auxiliares e técnicos da Autarquia os nossos idosos ocuparam um amplo espaço da bancada central manifestando, sempre boa disposição, talvez contagiados pela alegria que provinha do palco pelas músicas e pela voz dos conhecidos apresentadores televisivos – lá estavam Jorge Gabriel, a Sónia Araújo, o Hélder Reis, entre outros.
foto
Por ali passaram inúmeros artistas ao longo de todo o dia, do teatro, da revista, da canção ligeira, desde o consagrado Marco Paulo ao Padre Borga a interpretar as suas canções melódicas.
Foram também muitos os avós que tiveram ao longo do dia a oportunidade de se “exibir” e mostrar em directo perante as câmaras da televisão,, fosse apenas para oferendar as lembranças à organização, fosse para mostrar os seus trajes regionais, ou simplesmente para proclamar bem alto o nome da sua terra ou do seu concelho. Mas, para quem como nós assistiu de perto ao programa e até também para quem o tenha visto pela televisão o momento quiçá mais hilariante foi sem dúvida aquele em que os apresentadores e a dupla de palhaços nortenhos invadiram as bancadas e se misturaram com os cabeceirenses de quem receberam expressivas manifestações de carinho e afecto.
Uma passagem por Fátima no regresso a casa
Uma passagem por Fátima no regresso a casa
Já no final da tarde, quando de regresso houve ainda tempo para fazer a vontade unânime de passar por Fátima para ali lanchar e para o cumprimento das habituais promessas e orações à Virgem de quem todos se despediram, já do interior do autocarro com emocionados cânticos marianos.

Jotel

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.