Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-05-2007

SECÇÃO: Região

Boletim Estatístico: Abril 2007
Desemprego desce 3 por cento

Segundo os dados fornecidos pelo IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional, o desemprego em Cabeceiras de Basto registou uma queda de 3 por cento comparativamente ao mesmo mês do ano de 2006. Foram registados no mês de Abril, 1.208 desempregados. À procura do primeiro emprego, estão 171 pessoas o que significa menos treze por cento, enquanto que à procura de novo emprego estão 1.037 pessoas o que significa 1 por cento. De registar um aumento do desempregado em pessoas com mais de 25 anos na ordem de 1 por cento, o que equivale a 1.001 e uma descida nos desempregados com menos de 25 anos de cerca de 19 por cento, estando apenas contabilizados 207 registos. A taxa de desemprego nos homens desceu 14 por cento, estando registados 350 pessoas, enquanto que no sexo feminino se verificou um aumento de 2 por cento, encontrando registadas no mês de Abril 858 mulheres no Centro de Emprego.

foto




De referir que os dados apresentados pelo IEFP contradizem os dados avançados pelo Instituto Nacional de Estatística [INE] que também publicou os seus dados referentes ao desemprego registado no 1º Trimestre de 2007, o que pode revelar-se para a opinião pública como factor de perturbação acrescida. A esse propósito, verificou-se que os elementos fornecidos pelo INE confirmam que o 1º Trimestre de 2007 quando comparado com o trimestre anterior desceu 0,1 por cento a nível nacional, mas ao analisar a região Norte a descida é ainda maior (0,2%), pois no trimestre anterior era de 9,7por cento.
Verifica-se também, que o PIB (Produto Interno Bruto) registado no 1º Trimestre, quando comparado com o mesmo período do ano anterior cresceu 2,1%, ou seja o maior crescimento dos últimos anos. Sabe-se ainda que o crescimento do emprego não é automático com o crescimento da economia, repercutindo-se nos meses seguintes e por isso os dados do mês de Abril do IEFP podem reflectir sinais de melhoria da economia.
Face aos dados apresentados verificou-se no distrito de Braga um aumento de 72 por cento no se prende com as ofertas de emprego o que se traduz em mais 1.714 ofertas, em relação ao mesmo mês de 2006 em que se registaram 992 ofertas.
Não podemos ainda deixar de referir o baixo número de colocações feitas pelos Centros de Emprego do distrito, ainda que tenham subido em relação ao ano transacto. O facto é que no distrito o desemprego registado nos Centros de Emprego baixou no mês de Abril, sendo agora de 43.231 pessoas, menos 1.789 que o mês anterior (menos 4 por cento), mas se compararmos com o mês de Abril de 2006 a descida foi ainda maior, ou seja, menos 5.933 (menos 12 por cento).

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.